Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MERCADO DE TABLETS CRESCE 171% NO BRASIL, IMPULSIONADO POR APARELHOS BARATOS COM ANDROID

26/03/2013

tablets-maos
 

O mercado de tablets no Brasil foi o que mais cresceu em 2012, revelou um estudo da IDC. O país chegou à marca de 3,1 milhões de unidades comercializadas. Para este ano, a IDC prevê que o mercado chegue a 5,8 milhões de tablets vendidos, 171% mais do que em 2011, quando o País havia comercializado 1,1 milhão de equipamentos.

E o Android segue como o preferido, e com folga. O IDC constatou que 77% têm o sistema operacional Android e quase 50% dos dispositivos custaram menos de R$ 500. “A entrada de equipamentos com esta faixa de preço foi o principal fator para o aumento significativo de vendas de tablets em 2012. No ano passado, algumas empresas que até então fabricavam GPS passaram a produzir tablets e os preços ficaram mais convidativos”, disse em nota Pedro Hagge, analista de mercado da IDC Brasil.

Tablets
Android ainda é o preferido (Divulgação)

Mercado doméstico em alta

Dos 3,1 milhões de tablets vendidos em 2012, 88% foram para usuários domésticos e 12% para o mercado corporativo. Na comparação com 2011, o segmento doméstico cresceu 159% e o corporativo 303%. Os números ajudam a endossar a tendência que aponta uma troca dos PCs pelos tablets no interesse de compra dos consumidores.

O analista da IDC Brasil conclui também que a chegada do tablet aumentou o tempo de vida de um computador, fazendo com que o consumidor demore mais tempo para renovar seus desktops ou notebooks. “Embora o usuário esteja comprando menos computadores, entendemos que os dispositivos têm funções bem distintas e que o tablet não é, de forma alguma, um substituto”, finaliza Hagge.

Brasil entre os dez mais

Em 2012, no Brasil foram vendidos um tablet para cada cinco computadores. Em 2011 era um tablet para cada 14 computadores. Nos Estados Unidos, vendeu-se, em 2012, praticamente um tablet para cada notebook. No ranking mundial do mercado de tablets, o Brasil ocupa a décima posição. O país havia fechado 2011 na décima segunda posição.

Para o ano de 2013, a IDC espera que sejam vendidos 5,8 milhões de tablets, número que é 89,5% maior do que o apresentado no ano passado.
 
 
 
 
Fonte: Ne10

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar