Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SUSPEITO DE CHANTAGEAR MURILO ROSA POR FOTOS ÍNTIMAS É IDENTIFICADO

20/03/2013

O suspeito de chantagear Murilo Rosa, 42, para não divulgar fotos da intimidade do ator na internet foi identificado pela polícia do Rio de Janeiro.

De acordo com o delegado que investiga o caso, Rodolfo Waldeck, da 14ªDP (Leblon), uma voz feminina deixou recados no telefone de Murilo dizendo que teria fotos e vídeos "de cunho sexual" dele e exigiu uma quantia a ser negociada para não publicar as imagens na web.

A partir desse número, foi possível localizar o proprietário da linha. O suspeito já foi chamado para depoimento. O número de telefone localizado foi apresentado pela polícia a Murilo, e não é alguém próximo ao ator, que interpreta o oficial da cavalaria Élcio em "Salve Jorge".

Na sexta-feira (15), por volta das 15h, Murilo prestou queixa na delegacia, e o caso foi registrado como extorsão, crime cuja pena pode ser de 4 a 10 anos de reclusão.

Murilo também é aguardado na delegacia para um novo depoimento, já que fotos chegaram a circular na internet e em uma coluna social. "Houve a extorsão, e agora queremos saber o que de fato foi divulgado. É um trabalho conjunto com a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática", afirmou Rodolfo.

O ator, que é casado com a modelo Fernanda Tavares, com quem tem dois filhos, Lucas e Arthur, declarou a polícia que não forneceu imagens de cunho sexual a ninguém.

Extorsão

O ator foi alvo de uma tentativa de extorsão e registrou queixa na 14ª DP (Leblon), depois que uma foto de sua intimidade circulou na web.

Procurado pelo UOL, o advogado de Murilo, Ricardo Brajterman, afirmou que as fotos são falsas e que foi feita uma "montagem tosca". "As pessoas que fizeram a montagem responderão na área cível e criminal", explicou, por telefone.

Ao colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo", Murilo disse estar "indignado" pelo crime contra sua privacidade e de sua mulher. "Não vou sossegar enquanto não descobrir o responsável por essa ameaça", declarou.


Crime na internet

No "Encontro Com Fátima Bernardes" desta terça (19), que abordou crimes que acontecem na internet, o advogado Ricardo Brajterman comentou o caso do ator. "Pegaram uma foto em que o Murilo está sem camisa e fizeram uma adulteração, divulgando-a como se ele estivesse em um momento de intimidade", explicou o advogado.

"É muito fácil se chegar à pessoa que pratica cada delito desse. Cada computador tem uma identidade, que é chamada IP. E a polícia é muito equipada e consegue ir atrás disso. Os casos públicos vêm à tona, mas infelizmente existem inúmeros casos na esfera privada", disse.

O advogado contou que Murilo descobriu que as imagens tinham vazado depois de receber uma mensagem de texto no celular com uma chantagem. "Existiu uma ligação, uma troca de torpedos", contou.

Atrizes são vítimas de invasão de privacidade

Vivendo a periguete Teodora em "Fina Estampa", Carolina Dieckmann foi pega de surpresa quando fotos suas em momentos íntimos foram divulgadas na internet em maio do ano passado. Antes de publicarem, os hackers tentaram chantagear a atriz, que se recusou a pagar os R$ 10 mil pedidos.

Dez dias depois do vazamento, os autores do crime foram descobertos. Os três suspeitos podem ser condenados a até 15 anos por crimes como furto, extorsão e difamação. Em entrevista ao "Jornal Nacional", Carolina comparou o acontecido a "uma faca no peito". Uma nova lei contra crimes digitais foi batizada com o nome da atriz.. "Envaidece existir a lei, mas não me envaidece ter o meu nome", comentou Carolina.

Intérprete de Suellen, em "Avenida Brasil", Isis Valverde também sofreu algo semelhante quando um paparazzo espalhou boato de que teria feito um vídeo íntimo da atriz com o atual namorado, o produtor Tom Rezende, em novembro do ano passado. Segundo o advogado da atriz, Ricardo Brajterman, o fotógrafo foi localizado e irá responder pelo crime na Justiça. O vídeo não chegou a ser divulgado.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar