Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TV CHINESA DENUNCIA PRÁTICAS EMPRESARIAIS DE APPLE E VOLKSWAGEN

18/03/2013

A gigante da tecnologia Apple e a montadora de automóveis Volkswagen foram destacadas em um especial da rede estatal de TV chinesa China Central Television (CCTV), em sua denúncia anual de práticas empresariais indevidas.

No "3.15", um programa especial de reportagens investigativas exibido na sexta-feira, a CCTV afirmou que os consumidores chineses não recebem da Apple os mesmos serviços pós-venda que os consumidores de outros mercados.

Ampliar

iPhone 5 começa a ser vendido em vários países; veja recepção ao celular da Apple136 fotos

132 / 136
14.dez.2012 - O iPhone 5 teve uma recepção morna na China, onde começou a ser vendido na madrugada desta sexta, mesma data em que o aparelho chegou ao mercado brasileiro. A entrada da Apple Store em Xangai ficou vazia e produziu um cenário bem diferente das outras estreias do smartphone da Apple. No início do ano, quando o iPhone 4S começaria a ser vendido no país (veja em MAIS), a Apple cancelou o lançamento após tumulto em uma das principais lojas da fabricante em Pequim Leia mais Carlos Barria/Reuters

O programa também afirmou que a transmissão DSG (direct shift gearbox), uma tecnologia muito questionada da Volkswagen, causava aceleração ou desaceleração súbita dos carros durante o percurso.

A Volkswagen, que planeja quase dobrar sua capacidade de produção na China para 4 milhões de carros ao ano nos próximos cinco anos, prometeu ação em resposta ao programa "3.15", cujo nome é uma referência ao dia mundial dos direitos do consumidor.

"Encaramos essa reportagem com a maior seriedade e entraremos em contato rapidamente com os nossos consumidores para resolver a questão", a montadora afirmou em seu microblog oficial no serviço chinês Weibo.

Executivos da Apple na China e na sede da empresa em Cupertino, Califórnia, não estavam disponíveis para comentar de imediato.

O programa de televisão já denunciou e causou embaraços a outras empresas ocidentais conhecidas, no passado, prejudicando as vendas e as ações de seus alvos em um mercado de varejo que dentro de três anos deve se tornar o maior do planeta.

No ano passado, o "3.15", um dos programas mais vistos da TV chinesa, destacou a gigante do fast food McDonald´s e a cadeia francesa de hipermercados Carrefour por violações de segurança alimentar.

As companhias foram forçadas a pedir desculpas e suas ações despencaram, enquanto o exército de meio bilhão de microblogueiros chineses expressava sua raiva na rede.

O grupo de varejo norte-americano Wal-Mart Stores e a Kunho Tire, fabricante sul-coreana de pneus, também foram atacadas em edições anteriores do especial de dia do consumidor da rede estatal chinesa.
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar