Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INSEGURANÇA JURÍDICA PREJUDICA USO DA NUVEM NO BRASIL

13/03/2013

O diretor de políticas públicas do Google Brasil, Marcel Leonardi, admite que a ausência de um marco regulatório foi  um dos fatores que pesou na não escolha do Brasil para sediar o primeiro data center da companhia na América Latina. O Chile foi o país escolhido por ter atendido uma série de requisitos, entre eles, uma conexão direta via Pacífico para a Califórnia.  "O Marco Civil da Internet é crucial para o sucesso do uso da nuvem. Ele dá segurança aos negócios", sustentou.

Leonardi, que participou de evento da Brasscom sobre Economia Digital, Cloud Computing e Proteção de dados, realizado nesta terça-feira, 12/03, em Brasília, garante que o Brasil poderá, sim, sediar um novo data center na região. "O Chile ficou com o primeiro. Mas, certamente, se tivermos outros, o Brasil é, claro,um candidato potencial. Até porque o governo está adotando medidas efetivas como o TI Maior e a desoneração fiscal para infraestrutura de banda larga. São ações concretas que respaldam os investimentos", acrescentou o executivo do Google Brasil.

A Lei de Proteção de Dados Pessoais, uma reivindicação de boa parte do mercado, é considerada importante pelo Google Brasil, mas a mais relevante legislação a ser aprovada, na opinião da companhia, é o Marco Civil da Internet. "Ele será a constituição da Internet nacional. Teremos uma segurança jurídica importante para os negócios. A insegurança não ajuda a avançar os negócios, em especial, os da nuvem", adverte Leonardi.
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar