Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NOVAS APUS DA AMD PROMETEM O DOBRO DE DESEMPENHO SOBRE A ATUAL GERAÇÃO

12/03/2013

Não é segredo para ninguém do setor de hardware, que os processadores acelerados da AMD têm um desempenho 3D infinitamente superior ao processamento geral de tarefas. Fato este que era motivo de duras críticas pela comunidade. Contudo, ao que parece, a Advanced Micro Devices pretende mudar a imagem de suas APUs. Pelo menos é o que confidenciaram supostas fontes ligadas à companhia.

De acordo com tais informantes, os processadores acelerados para notebooks ultrafinos e HTPCs que substituirão as atuais séries E (Brazos 2.0), codinome Kabini, trarão um expressivo ganho de desempenho nas tarefas gerais.

Segundo garantem as referidas fontes, um sistema equipado com a APU Kabini A6-5200 (composto por uma Radeon HD 8400, 4GB DDR3 1600 e Windows 8 de 64 bits) cravou no PCMark Vantage, 5.271 pontos, contra 2.807 de um E2 1800 (com Radeon HD 7300, 4GB DDR3 1333 e Windows 7 Ultimate). Ou seja, um aumento de 88% no desempenho no benchmark da SysMark. O melhor de tudo é que o consumo de energia da bateria teria permanecido inalterado em relação ao Brazos 2.0.

Especula-se que as APUs da geração Kabini deverão ser lançadas no início de junho, bem na época da Computex 2013.


Outra informação que reforça a tese que a AMD não está satisfeita com o desempenho nas tarefas gerais de seus processadores acelerados, refere-se ao Temash, sucessor da linha Zacate (voltada para tablets).

Um sistema composto por um Temash A6-1450 (1Ghz), Radeon HD 8280 e 2GB de DDR3 1066 marcou respectivamente 981 e 3.123 pontos no 3DMark e PCMark, contra 455 e 1914 pontos de um Zacate Z-60 (1Ghz), Radeon HD 6250 e 2x2GB DDR3 1066. Em outras palavras, a evolução foi de 115% no 3DMark e de 63% no PCMark.
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar