Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MAIORIA DOS LEITORES USA CELULAR APENAS PARA RECEBER E FAZER LIGAÇÕES IMPORTANTES

11/03/2013

Na última quarta-feira (5), um dos leitores da Folha enviou uma carta ao Painel do Leitor onde questionava se o uso do telefone celular era um sinal de evolução ou de involução.
 

se referia especialmente àqueles que, ao usar em excesso o telefone celular, nas ruas, restaurantes, shoppings etc., acabavam ignorando as pessoas que estavam ao seu lado.

Cena parecida, mas sem as críticas do leitor, foi descrita pelo jornalista Ruy Castro
em sua coluna na Folha, no início de janeiro de 2013.

No texto, o jornalista afirma que, nos anos 80 e 90, ele nunca se acostumou com as pessoas falando sozinhas pelas ruas de Nova York, Londres e Paris.

Na verdade, essas pessoas já estavam ao celular, que chegou em solo brasileiro algum tempo depois. Como ele não via isso no Brasil, deduzi que falar sozinho era uma característica da civilização, escreve.

Diante dessa situação, o Painel do Leitor perguntou ao leitores qual era a relação deles com seu celular e/ou smartphone.

Dos 377 leitores que participaram da enquete, a maioria dele (61%) disse que só usa o aparelho para receber chamadas e fazer ligações importantes.
 

No outro polo, 17% dos leitores afirmaram que não têm relação alguma com o celular, porque não têm aparelho.

Em terceira lugar, com 11%, estão os que dizem que ficam conectados o tempo todo em seu aparelho, pelo qual atualizam suas redes sociais, como Facebook, Twitter, Google+ etc.,

Apenas 6% dos leitores disseram que ficam desesperados se a bateria acaba, temendo não ser localizado. Dos leitores que participaram da enquete, 3% usam apenas para bisbilhotar a vida de amigos e 1% têm o aparelho apenas porque ganhou da empresa em que trabalha.

PUNIÇÃO AO CORINTHIANS

Na semana passada, questionados sobre a punição recebida pelo Corinthians na Copa Libertadores, 66% dos leitores afirmaram que a pena recebida pelo time era justa.

A pesquisa ocorreu pouco mais de uma semana após a morte de um torcedor boliviano durante o jogo entre Corinthians e San José, em Oruro (Bolívia).

Na ocasião, a decisão da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) era de que o time disputaria suas partidas desfalcado, sem contar com seu décimo segundo jogador, a fiel torcida.
 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar