Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COFUNDADOR DO GOOGLE FAZ CRÍTICA AO MODO COMO UTILIZAMOS SMARTPHONES

01/03/2013

O cofundador do Google e um dos idealizadores do Project Glass, Sergey Brin, fez uma declaração polêmica: ele afirmou que os smartphones são "castradores".

- Por enquanto, a maneira como acessamos informações é se desconectando das pessoas, olhando para baixo nos smartphones - afirmou o executivo.

A participação dele no TED 2013, realizado em Long Beach, na Califórnia, teve como objetivo apresentar os óculos de realidade aumentada produzidos pelo Google, e explicar qual a finalidade do acessório. Um dos pontos mais criticados por Brin foi a forma como as pessoas interagem com seus dispositivos eletrônicos. Ele considerou o fato de as pessoas ficarem curvadas para baixo, esfregando um pequeno dispositivo com os dedos é "castrador".

Sergey Brin declarou que trabalhar nos óculos do Google foi bastante revelador. Ele disse que, desenvolvendo o produto, percebeu como os aparelhos celulares são hábitos nervosos, e constatou quanto tempo de sua vida ele passou isolado no processo de chegar e responder e-mails, no smartphone.

Mas a ideia por trás dos óculos do Google é justamente revolucionar a interação dos usuários com os dispositivos móveis. O futuro imaginado pelo Google é de pessoas se relacionando pessoalmente e digitalmente de maneira mais natural, ao invés do panorama que encontramos hoje, onde as pessoas caminham olhando para baixo, concentradas em seus dispositivos.

O novo acessório do Google é um par de óculos, com uma tela no lugar das lentes. Nessa tela, são exibidas as informações e alertas aos usuários. A interação com os aparelhos é realizada por comandos de voz e através de toques realizados em uma área, localizada em uma das hastes do dispositivo. Com o acessório, é possível realizar tarefas como capturar fotos, vídeos, acessar e-mails, responder mensagens e compartilhar conteúdos com os amigos, através dos hangout do Google+.

O dispositivo foi apresentado na Google I/O 2012, e estavam à venda apenas para os desenvolvedores que participaram da conferência. Porém, recentemente a empresa colocou no ar um hotsite, que permite que o público em geral participe de um concurso, que irá determinar quem poderá comprar o acessório, em um primeiro momento. As inscrições para o concurso terminam hoje. 

Em um primeiro momento, o acessório custa US$ 1500, e o Google acredita que vai poder disponibilizar o produto no mercado varejista até o fim do ano.

Confira um vídeo de como é a utilização do acessório: 


 
 
 
 
Fonte: Codigo Fonte
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar