Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AO EMPRESTAR DINHEIRO PARA A DELL, MICROSOFT QUER EVITAR NAMORO COM LINUX

08/02/2013

 

 
O empréstimo de 2 bilhões de dólares da Microsoft para a Dell é um sinal de que a fabricante de software quer influenciar projetos de hardware em um mundo pós-PC, protegendo-se da crescente influência de sistemas operacionais baseados em Linux em dispositivos móveis e servidores, de acordo com analistas.
 
 
Michael Dell e a empresa Silver Lake anunciaram na terça-feira (5) um buyout da fabricante de computadores Dell, em um negócio avaliado em cerca de 24 bilhões de dólares. Dell continuará como CEO da empresa, que ele fundou em 1984. A transação inclui o empréstimo da Microsoft, que em comunicado disse que vê o negócio como um compromisso com o "sucesso em longo prazo do ecossistema de PC como um todo”.
 
A aquisição é financiada principalmente por dinheiro e capital próprios da Dell e dinheiro de investidores filiados à Silver Lake. Além do empréstimo da MS, o financiamento da dívida tem sido cometido pelo Bank of America, Merrill Lynch, Barclays, Credit Suisse e RBC Capital Markets.
 
Como terceira maior fabricante de PCs do mundo, a Dell é importante para o sucesso do servidor e software para PC da Microsoft. Mesmo que o empréstimo da MS não represente grande parte do valor total da transação, a fabricante de software não joga dinheiro fora, e sua participação no negócio pode ser uma tentativa de influenciar projetos de hardware no mundo pós-PC dos laptops, tablets e smartphones habilitados com toque, segundo analistas.
 
Também pode ser uma tentativa de assegurar a parceria e parar a fabricante de PCs de olhar em direção a sistemas operacionais alternativos como o Linux, disseram analistas. A Dell já oferece servidores Linux e no final de novembro apresentou um laptop XPS13 fino e leve, com OS Linux Ubuntu, também chamado de “Projeto Sputnik”. Grandes fabricantes de PCs nos últimos meses também apresentaram laptops com o Chrome OS.
 
"É uma simples relação simbiótica. A Dell é uma plataforma para produtos Microsoft. Assim, ajudar a Dell ajuda a Microsoft a manter um cliente importante", disse Anthony Michael Sabino, professor na St. John´s University´s Peter J. Tobin College of Business, por e-mail.
 
O Windows 8, lançado em outubro, até o momento não conseguiu levantar as vendas de PCs, que caíram 6,4% no quarto trimestre de 2012 em comparação com o mesmo trimestre de 2011, de acordo com pesquisa realizada pela IDC. As vendas de PCs da Dell caíram 20,8% durante o mesmo período. Poucos modelos de PCs habilitados com toque estavam disponíveis no quarto trimestre, e os fabricantes de PC não conseguiram comunicar eficazmente os benefícios do Windows 8, motivo que foi, em parte, responsável pela queda nas vendas de PCs, segundo a IDC.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar