Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COM EMPRÉSTIMO DA MICROSOFT, DELL FECHA O CAPITAL E SAI DA BOLSA DE VALORES

06/02/2013

Michael Dell fez uma parceria com a empresa de investimentos Silver Lake para comprar a fabricante de computadores Dell - empresa que fundou aos 19 anos de idade, em 1984 - em um negócio avaliado em cerca de 24,4 bilhões de dólares.

Depois que a transação for fechada, Dell continuará como presidente e CEO da companhia, de acordo com comunicado.

"Eu acredito que esta transação abrirá um excitante novo capítulo para a Dell, para os nossos clientes e membros da equipe", disse em comunicado. "Nós podemos entregar um valor imediato aos acionistas, enquanto continuamos com a execução de nossa estratégia de longo prazo e focamos na entrega das melhores soluções da categoria (best-in-class) aos nossos clientes como uma empresa privada."

Segundo o comunicado, o acordo está sendo financiado por meio de uma combinação de dinheiro e capital próprio da Dell, dinheiro de investidores filiados à Silver Lake, dinheiro investido pela MSD Capital, L.P., um empréstimo de 2 bilhões de dólares da Microsoft e rolagem da dívida existente e da dívida de financiamento pelo Bank of America Merrill Lynch, Barclays, Credit Suisse e RBC Capital Markets.

A Microsoft divulgou um comunicado dizendo que está "comprometida com o sucesso a longo prazo de todo o ecossistema do PC e investe fortemente em uma variedade de maneiras para construir esse ambiente para o futuro."
A Dell está no mercado desde 1984, quando Michael Dell começou uma empresa chamada PC´s Ltda com 1 000 dólares no bolso. Ele mudou o nome para Dell e abriu o capital da empresa quatro anos depois.

A marca teve seu grande momento na década de 1990, quando seu modelo de fabricar PCs por encomenda e enviá-los diretamente para os clientes minou rivais como Hewlett-Packard e IBM, que tinham cadeias de suprimentos complexas e acumulação de estoques. Em 2001, a Dell se tornou o maior vendedor de PCs no mundo.

Mas a glória não durou, no entanto. Rivais da Dell adotaram alguns dos seus métodos de produção de baixo custo, ao mesmo tempo em que se expandiram para outras áreas, como serviços e software.

A fabricante permaneceu focada em PCs e servidores e acabou ficando para trás. Em 2007, após um período longe de seu cargo de CEO, Michael Dell voltou para tentar salvar o navio de afundar.

Redesenho do modelo
Desde então, a empresa entrou em uma onda de aquisições, comprando 25 empresas para construir uma rede de negócios em software, redes e serviços. Compras notáveis ​​incluem a Quest Software, Perot Systems, Force 10 Networks e Wyse Technologies.

O objetivo é remodelar-se em um provedor completo de hardware, software e serviços, imitando rivais de maior porte como IBM e HP, mas focada principalmente no mercado de médias empresas.

A estratégia teve algum sucesso, mas a combinação dessas aquisições em "sistemas integrados" coesos é um longo caminho. O próprio executivo disse no ano passado que poderia levar de dois a três anos. Os investidores estão impacientes, e Michael Dell cansou de se preocupar com os caprichos de um mercado de ações que muitas vezes favorece o retorno imediato sobre o investimento a longo prazo.

"A Dell fez progressos sólidos ao longo dos últimos quatro anos, mas reconhecemos que ainda vai levar mais tempo, investimento e paciência, e acredito os nossos esforços vão ser mais bem apoiados por meio da parceria com a Silver Lake", disse Michael Dell, em comunicado. "Estou comprometido com essa estratégia e coloquei uma quantidade substancial do meu próprio capital, juntamente com a Silver Lake, um investidor global com uma excelente reputação."

O negócio de PCs e servidores continau a ser central. A Dell disse que vai ficar no mercado de PCs porque é um ponto de entrada para outros, de maior margem, de produtos e serviços.
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar