Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

JUSTIÇA FRANCESA DECIDE QUE TWITTER DEVE IDENTIFICAR USUÁRIOS DE POSTS RACISTAS

25/01/2013

Um tribunal na França decidiu nesta quinta-feira (24) que o Twitter deve entregar às autoridades dados que identifiquem autores de posts racistas e antissemitas no microblog.

Segundo a "AFP", o caso que levou à decisão do tribunal francês ocorreu em outubro de 2012. A União Francesa de Estudantes Judeus (UEJF, na sigla original) denunciou uma série de mensagens ofensivas que feriam leis do país contra discursos de ódio.

A UEJF pressionou o Twitter para que o microblog fizesse um controle mais rígido das mensagens de ódio publicadas no serviço relacionadas com a hashtag unbonjuif ("um bom judeu").

Apesar de o Twitter ter removido algumas das mensagens antissemitas, o UEFJ entrou com uma ação contra a companhia para que ela revelasse quem eram os autores dos posts. O tribunal em Paris ordenou então nesta quinta-feira que as identidades fosse reveladas.

Ataques contra judeus

A decisão do tribunal francês ocorre após o Serviço de Proteção à Comunidade Judaica (SPCJ, na sigla original) revelar que atos antissemitas aumentaram 45% desde o início de 2013.

A organização não governamental atribuiu o aumento desses atos a um ataque feito em 2012 na cidade de Toulose, onde um rabino, três crianças judias e três soldados franceses. O suspeito, Mohamed Merah, é um extremistas islâmico.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar