Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VIVO DIZ TER CONSERTADO PROBLEMAS DE REDES MÓVEIS DE SÃO PAULO E DO SUL DO PAÍS

17/01/2013

 

A falha foi causada em função da troca de um Switch (dispositivo de rede). Durante a inserção do aparelho na rede da companhia, ele passou a apresentar um comportamento anômalo. A área técnica da operadora retirou o dispositivo da rede e o serviço começou a voltar ao normal.

Além de problemas de usuários de telefonia móvel, a empresa não descarta que a falha também tenha prejudicado assinantes de linhas fixas em centrais privadas convergentes no Estado de São Paulo.

Sem dar muitos detalhes, a Telefônica Vivo afirmou ainda que "fará o ressarcimento aos clientes afetados conforme a legislação em vigor".

No início da tarde, usuários do Twitter de diversas localidades reclamaram da falta de sinal de telefonia e de internet.
Reclamações no Procon
Nesta quarta, a Fundação Procon (Proteção e Defesa do Consumidor) do Estado de São Paulo divulgou uma lista das companhias que mais geraram reclamações em 2012. O grupo Telefônica Vivo (que compreende as operações de telefonia móvel, fixa, internet banda larga e TV por assinatura) ficou em segundo lugar no ranking com 9.683 demandas. O líder em reclamações foi o Itaú com 10.306 demandas.

Das empresas do grupo Telefônica Vivo, as áreas que mais receberam reclamações foram: telefonia fixa (6.734), telefonia móvel (1.981), TV por assinatura, que soma 967 demandas (neste número estão incluídas reclamações da TVA e da Vivo TV).

De acordo com o Procon, as principais reclamações com empresas de telecomunicações estão relacionadas ao não cumprimento de pacotes ofertadas, à inoperância de serviço e a dificuldade em cancelamento de serviços. Ao todo, só o setor de telefonia móvel  somou 28.332 reclamações durante 2012.

A Telefônica Vivo informou em nota nesta quarta-feira (16) que o serviço de telefonia móvel da companhia passou por uma instabilidade e afetou usuários de quatro Estados: São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Segundo a empresa, a falha, detectada as 12h15, foi resolvida completamente por volta das 17h00.



Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar