Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

15 TENDÊNCIAS DE TECNOLOGIA E CULTURA DIGITAL PARA 2013 (E 5 QUE NÃO VINGARAM EM 2012)

26/12/2012

Passado um 2012 cheio de novidades interessantes para o universo da tecnologia e cultura digital, selecionamos 15 tendências para 2013 que renovam as expectativas para o ano que vai chegando. Como um plus, escolhemos 5 vexames e #fails deste ano que acaba

Fim da privacidade
O Mashable levanta um ponto interessante. Está vindo aí uma nova geração de usuários da internet que não tem interesse em privacidade. Eles irão falar cada vez mais sobre si mesmos, colocarão fotos pessoais online e divulgarão dados sobre trabalho, família e diversas outras coisas. Além disso, muitos desses jovens já existiam online através de suas mães, que postaram muitas e muitas fotos (e dados) sobre seus filhos na rede – algumas até criaram perfis em Twitter, Facebook, Instagram. Ou seja, eles já chegam com uma nova perspectiva do que a geração que migrou do offline para o online. Em 2013, softwares irão trazer mais opções para manter dados anônimos, mas isso tende a diminuir o uso. Os termos de uso dos sites deixam usuários em polvorosa sempre que são atualizados, mas os números de adesão às redes sociais não param de crescer. Ninguém mais será anônimo na internet?

Mobilidade via bike no Recife
Com a chegada do sistema de aluguel de bicicletas, o uso desse tipo de transporte deve instigar ainda mais as pressões pela melhoria da mobilidade no Recife. A ideia visa antes a praticidade que o lazer. Os ciclistas usarão as bikes para ir ao trabalho ou para percorrer pequenas distâncias de modo mais rápido, como ir de Santo Amaro ao Recife Antigo.

Tablet vai ser ainda mais comum
Um relatório divulgado pela empresa de pesquisa NPD DisplaySearch aponta que a venda de tablets vai superar a de notebooks em 2016. A taxa de crescimento segue alta, com 28% ao ano. Em 2013, aparelhos mais baratos, com Android, vão popularizar ainda mais a experiência desses dispositivos para a grande população.

Você saberá o que é Big Data
O nome ainda é pouco comum para muita gente fora da área de TI, mas cada vez mais empresas e instituições buscam o conceito de Big Data para traçar planos e pensar estratégias. Segundo a Forbes, em seu relatório de tendências anual, a Big Data será social em 2013. Trata-se da utilização de volumes cada vez maiores de informação gerada pela sociedade, isso inclui desde dados estatísticos, numéricos, até os gerados pelas redes sociais, como Facebook, Twitter e outros.


Foto via Mindjet

AppStores privativas
As lojas de aplicativos estão cada vez mais comuns. Em 2014, terão sido 70 bilhões de downloads, segundo o Gartner. Organizações irão criar aplicativos que serão baixados em app stores privativas de grandes empresas. O funcionário terá a possibilidade de baixar um app útil para seu trabalho de forma mais prática.

Tudo na nuvem
Continuando o crescimento de popularidade em 2013, a nuvem vai reger toda nossa vida online (e offline, vai saber). Nosso smartphone, emails, material de trabalho e estudo, e até conteúdo da TV, tudo estará na nuvem. A concorrência deve diminuir os preços, que ainda são caros no Brasil.

Prepare-se para a segunda tela
Dados da Nielsen divulgados pela SocialNewsDaily mostram que mais de 80% dos usuários usam smartphones e tablets enquanto assistem TV. É o que chamamos de “fenômeno da segunda tela”. Visando isso, empresas irão investir em apps que permitam uma interação ainda maior, sobretudo social, para quem vê televisão. É uma experiência televisiva específica do nosso tempo. Isso trará possibilidades de publicidade, sobretudo nas TVs conectadas.

TV realmente inteligente
Falando em TV, a expectativa de uma TV da Apple pode mudar o modo como assistimos TV. Ela teria tela retina, um processador mais rápido e tela touchscreen. As TVs atuais, como a série 6 da Samsung já permitem uma interação interessante, como usar as mãos como controle remoto, comandos de voz e fazer ligações via Skype usando a câmera em seu topo. Novos modelos deverão vir com mais recursos, tudo para competir com a possível TV Apple. O problema: nada disso será barato.

Morte do desktop (e dos leitores de disco ótico)
O Windows 8 apareceu como uma espécie de salvador para o desktop, que sofre quedas anuais. Segundo a IDC, as vendas caíram 8% este ano em relação ao anterior. Tivemos também as piores vendas desde 2001. Nem um sistema novo (que funciona melhor em tablets) vão ajudar as vendas em 2013. O melhor a fazer é se reinventar, como faz a Apple. O novo iMac não tem mais o leitor de discos óticos, como CD, DVD e Blu-Ray. Como aconteceu com o disquete, ninguém vai sentir falta.

Vamos ter uma impressora 3D à disposição
Ainda é caríssimo ter uma impressora 3D. Mas, imprimir produtos, não. Sites brasileiros já realizam o serviço e, em 2013, pequenas e médias empresas estarão em diversas cidades brasileiras oferecendo o produto.

Aparelhos flexíveis
Em 2013 poderemos ter aparelhos flexíveis – como um celular que enrole no braço, ou um tablet dobrável. O Mashable acredita que existirá uma TV HD flexível, que seja possível pendurar na parede, enrolar e mudar para outro cômodo.

Voos conectados
Isso já acontece de forma pontual, mas em 2013, as companhias aéreas irão mostrar mais preocupação em deixar os clientes online enquanto voam. A TAM possui um sistema que permite acessar 3G do celular e fazer ligações em algumas aeronaves. Já a Azul exibe TV por assinatura em parceria com a SKY, em tempo real. É possível que nesse novo ano, tenhamos mais serviços assim em todas as empresas.

Aparelhos serão realmente inteligentes (e mais humanos)
Quem tem um smartphone hoje surpreende-se com as possibilidades tecnológicas e o acesso à internet, mas ele é de fato esperto/inteligente? Segundo o site DesignMind, em 2013, as empresas criarão dispositivos que tenham uma interação mais humana, recebendo comandos, realizando tarefas e até fazendo companhia. E não estamos falando apenas da Siri, a assistente pessoal da Apple. Com softwares mais inteligentes e menos “robóticos”, nossa experiência será mais prazerosa. Já era aqueles avisos do Windows que mais pareciam terem saído de 2001 – Uma Odisseia no Espaço. Agora, seu computador ou telefone vai perguntar se você está feliz e coisas do tipo.

Fim do Spam (e um email mais bonito e prático)
Quando você perguntar o email de alguém, ouviremos cada vez menos respostas como @zipmail, @blig, @hotline @hotlink, etc. Usuários irão migrar para interfaces mais inteligentes, com mais espaço e mais práticas de se usar, como Gmail, do Google e Outlook, da Microsoft. Em 2013, essas companhias irão travar uma concorrência ainda mais acirrada, com tecnologia avançada que vai extinguir de vez o spam.


Foto: iDaFruit

Internet em todo lugar
De coisas inusitadas, como geladeiras a aparelhos úteis como câmeras, tudo virá com possibilidade de acesso à rede. Com a popularização de redes Wifi gratuitas, não será preciso nem de 3G/4G. Você poderá enviar uma foto em alta definição de sua câmera DSLR para seu email, assim que registrar a imagem. O mesmo vale para seu carro, seu tênis. Em 2013, segundo o ITBusinessEdge, esses objetos do dia a dia estarão mais conectados.

Organizações populares via Facebook
Um grupo bem organizado, partilhando opiniões e organizando ações pode fazer tanta diferença quanto uma ONG. Foi o que aconteceu com o grupo Direitos Urbanos, criado no Facebook e que discute mudanças sociais e urbanísticas no Grande Recife. Eles conseguiram chamar atenção do Ministério Público e têm sido importantes em discussões e ações sobre os rumos da cidade em assuntos como mobilidade, urbanismo. Em 2013, veremos mais grupos como esse, lutando por outras questões, em áreas como saúde, direitos humanos, meio ambiente, entre outros.

E 5 TENDÊNCIAS QUE NÃO DERAM CERTO EM 2012

Timeline do Facebook
A página no estilo “Timeline” do Facebook foi esperada com muita ansiedade, mas muitos usuários reclamam até hoje da leitura em zigue-zague dos posts. O blog InsiderFacebook diz que a rede social já estuda eliminar esse problema no futuro. A rede também não foi feliz em 2012 no que diz respeito à interação dos diversos serviços que usam sua API, como Foursquare, Last.FM, que ficam escondidos. Já o Instagram, comprado pelo Facebook por 1 bilhão de dólares, ganhou até pasta própria.

Computadores Tudo-em-um
Os computadores sem torre/gabinete, que unem na tela todos os dispositivos chegaram como tendência em 2012, mas suas vendas não correspoderam as expectativas. HP, Dell, entre outras marcas, ainda apostam nos Tudo-em-um, mas em 2013, usuários seguirão sem empolgação com esses aparelhos.

A volta por cima do Blackberry
Em 2012, a RIM, empresa que fabrica o BlackBerry, enfrentou péssimos momentos em 2012. Segundo o IDC, deve terminar o ano com 4,7% do mercado (em 2009, no auge, era 20%). E ainda viu fracassar seu novo sistema operacional, o BlackBerry 10. Em 2013, cada vez mais executivos, público-alvo da empresa, irão migrar para aparelhos e sistemas mais sofisticados, como o iPhone ou o Samsung Galaxy S3.

TVs 3D
O ano começou com o mercado apostando alto nas TVs 3D. O problema é que ela é muito cara e ainda tem problemas, como os óculos pesados e a falta de conteúdo em três dimensões. Segundo a revista Exame, apenas 3% dos lares americanos têm TV 3D, um número que deve ser ainda menor no Brasil.

Jogos e aparelhos mais baratos
O Governo falou muito em incentivos, desoneração de impostos, mas isso não significou uma redução significativa em aparelhos, como tablets e smartphones e em jogos de videogame. Em 2013, esperamos mais engajamento por parte das empresas, menos falatório e preço baixo de verdade.
 
 
 
 
Fonte: Ne10

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar