Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FOXCONN FECHA FÁBRICA EM MANAUS E DEMITE 300 PESSOAS

18/12/2012

 

A fábrica servia como principal fornecedora de peças e subconjuntos plásticos da Nokia, mas a companhia finlandesa passou a importar esses materiais da China e da Índia.

O PPB é a porcentagem de conteúdo nacional que precisa constar na produção de componentes para telefones celulares. Alterações impostas pelo governo em junho facilitaram a importação de similares, dispensando etapas de produção que ocorriam em Manaus, por isso a Foxconn decidiu encerrar as atividades.

A companhia chinesa ainda possui uma fábrica de câmeras fotográficas no Amazonas e mais seis em São Paulo. A unidade que fechou contava com 900 funcionários, sendo que os últimos saíram na sexta-feira.

"A fábrica produzia peças para 16 itens dos aparelhos da Nokia. Após a alteração [do PPB], passou a ter dez itens e chega ao fim das atividades com seis, restando para o próximo ano apenas quatro itens", disse a empresa, em nota repercutida pela Folha.

Já a Nokia disse ao jornal que o fechamento da fábrica da Foxconn não afetará sua produção.

Na última sexta-feira, 14, a Foxconn anunciou o fechamento de uma fábrica em Manaus e a decorrente demissão de 300 pessoas. A unidade produzia peças plásticas na Zona Franca e, segundo a Folha de S.Paulo, perdeu mercado em função de novas regras adotadas pelo governo em relação ao processo produtivo básico (PPB).
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar