Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VENDAS DE TABLETS NO BRASIL SUBIRAM MAIS DE 150% NO BRASIL ESTE ANO

14/12/2012

 

 
 
O mercado brasileiro comercializou 2,8 milhões de tablets em 2012, com aumento 153% em comparação com os 1,1 milhão unidades vendidos em 2011, segundo estudo da IDC, contratado pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee).
De acordo com relatório divulgado nesta quinta-feira (13/12), durante apresentação do balanço “Comportamento da Indústria Elétrica e Eletrônica em 2012 e Perspectiva 2013, pela Abinee, a demanda por esse tipo de dispositivo se manterá aquecida no próximo ano.
As previsões da IDC para 2013 são um aumento das vendas de tablets de 90% com a comercialização de 5,4 milhões de unidades. Segundo Hugo Valério, vice-presidente da Abinee e responsável pelo setor de informática na entidade, muitos consumidores estão comprando esse produto, achando que podem utilizá-los em substituição ao PC.
Esse movimento impactou as vendas de desktop, que estão em queda. “Depois os consumidores vêem que esse dispositivo não tem todos os recursos do PC”, afirma Valério, que acha que no próximo ano esses compradores vão recorrer ao desktop.
Incentivos fiscais
Um dos estímulos para crescimento das vendas de tablets no Brasil foi a nova lei aprovada no ano passado pela presidente Dilma Roussef que beneficia dispositivos montados no Brasil. A medida desonera a cobrança de PIS/Cofins e pode isentar outros impostos, dependendo dos governos estaduais e municipais.
Pela nova regulamentação, os tablets passaram a ter os mesmos benefícios da Lei do Bem que tornou os computadores mais acessíveis no Brasil. O objetivo do governo é estimular fabricantes nacionais e multinacionais a produzirem esses equipamentos no País.
A lei determina que os produtos montados localmente sem impostos contenham 25% de componentes nacionais no primeiro ano. Após três anos, essa exigência sobe para 80%. A medida tem o objetivo de obrigar as empresas, principalmente as multinacionais, a investirem aqui em centros de pesquisas e inovação.
De acordo com o Valério, existem atualmente umas oito indústrias produzindo tablets no mercado local. Entre as quais estão a Positivo, Itautec, Motorola, Samsung, Semp Toshiba e a Foxconn, que está montando o iPad da Apple.
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar