Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NASA ENCONTRA GRANDES DEPÓSITOS DE GELO EM MERCÚRIO

30/11/2012

 

"Os novos dados indicam que a água congelada nas regiões polares de Mercúrio, se espalhada em uma área do tamanho de Washington, DC, teria mais de 3,2 km de espessura", afirmou David Lawrence, pesquisador participante da missão da Nasa que estuda Mercúrio.

Embora grande parte de Mercúrio seja extremamente quente, seu eixo de rotação é quase paralelo ao Sol, o que significa que os polos do planeta nunca são atingidos pelo calor dos raios solares.

Há muito tempo os cientistas teorizam que estes polos sombrios poderiam abrigar água congelada e outros materiais interessantes. Em 1991, esta teoria ganhou força quando um poderoso telescópio em Porto Rico detectou marcas brilhantes ao radar nos polos, frequentemente em locais onde uma missão anterior de 1970 havia encontrado crateras causas por grandes impactos.

Pela primeira vez, novos dados da nave MESSENGER, que pousou em Mercúrio em 2011, permite que se faça um modelo detalhado do que acontece nos misteriosos polos do planeta.

As imagens de MESSENGER confirmaram que as marcas estavam todas em regiões mais frias e sombrias, sustentando a teoria de que poderiam ser vestígios de gelo.

O espectrômetro de nêutrons da nave também analisou as concentrações de hidrogênio como uma forma de determinar a presença de água, que é uma molécula composta de hidrogênio e oxigênio.

Nos locais mais frios, a água estava na superfície, mas em regiões sutilmente mais quentes, onde o gelo pode ter derretido, estava coberta com um material escuro com uma concentração menor de hidrogênio.

Os cientistas disseram que a matéria escura poderia ser a chave para explicar como a água chegou lá.

O material escuro, que serve como isolante, provavelmente é uma mistura de compostos orgânicos complexos, que foram "levados a Mercúrio pelo impacto de cometas e asteróides voláteis", explicou David Paige, outro cientista envolvido no projeto.

Estes cometas e asteróides, acrescentou, eram "os mesmos objetos que provavelmente levaram água ao recôndito planeta".

Cientistas anunciaram esta quinta-feira ter encontrado novas evidências de que Mercúrio, o planeta mais próximo do nosso Sol, abriga depósitos maciços de gelo e revelaram novas informações sobre como a água chegou aos planetas no interior do nosso Sistema Solar.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar