Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BUSCADOR CONCORRENTE ACUSA GOOGLE DE BOICOTE

23/11/2012

A Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) abriu investigações contra o Google após reclamações de concorrentes de que a gigante de buscas está usando seu poder de mercado para se sobressair, violando as leis antitruste.

Um dos principais reclamantes, segundo aReuters, é a DuckDuckGo, que promete o mesmo serviço do Google mas com um diferencial que resolve o "calcanhar de Aquiles" da acusada: não há rastreamento e nem manipulação de resultados.

Gabriel Weinberg, aluno do Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), que criou o produto há cinco anos, acusa o Google de boicotar seu produto de várias formas. Ele diz, por exemplo, que é difícil configurar o DuckDuckGo como buscador padrão no Chrome, e que o Android trabalha de uma forma que desfavorece os concorrentes.

Em sua defesa, o Google garante ser possível escolher qual mecanismo de pesquisa o usuário quiser, seja no navegador, seja no sistema operacional móvel.

Outros concorrentes, como o Yelp, dizem que o Google não fornece acesso ao código do Android e que a gigante recorre ilegalmente à Justiça para acusá-las de violar patentes. Além disso, o Google estaria manipulando os resultados para favorecer os próprios produtos no buscador.

Weinberg se reuniu recentemente com a FTC mas não diz sobre o que conversaram. O estudante explicou à Reuters que como o Google vem como padrão no Android e o DuckDuckGo é, no máximo, um app à parte, a situação do seu produto é desfavorável.

O órgão estuda se há provas suficientes para fazer alguma acusação sobre manipulação de resultados contra o Google. Mas duas pessoas próximas ao processo disseram que provavelmente será mais fácil enquadrar a companhia pelas outras reclamações.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar