Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

JUSTIÇA DOS EUA CONSIDERA HACKER CULPADO POR COLETAR DADOS DE USUÁRIOS DO IPAD

22/11/2012

 

Andrew Auernheimer, 27, pode pegar até cinco anos de prisão e ter de pagar uma multa de US$ 250 mil (cerca de R$ 520 mil) para cada acusação (acesso sem autorização a servidores e também roubo de identidade). Em junho de 2011, o norte-americano Daniel Spitler declarou-se culpado dessas mesmas acusações e aguarda sua sentença.

Os promotores públicos dizem que Auernheimer e Spitler faziam parte de um grupo chamado Goatse Security, de pessoas que descobriam vulnerabilidades de serviços online. Segundo acusações do governo dos EUA, eles usaram um programa que associava os endereços de e-mail a outras informações pessoais dos usuários de iPad que usavam a rede da At&T.

Na lista dos e-mails capturados estavam o do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, do diretor-chefe de staff da Casa Branca, Rahm Emanuel, e da âncora da rede ABC Diane Sawyer. Havia também endereços pertencentes às forças armadas dos Estados Unidos e a empresas como Google, Amazon e Microsoft.

Tor Ekeland, advogado de Auernheimer, afirmou que seu cliente está livre sob fiança e entrará com recurso. “Discordamos da interpretação dos promotores sobre o que constitui acesso não autorizado a um computador”, afirmou Ekeland, citando uma lei dos EUA contra fraudes cibernéticas. O advogado definiu a interpretação dos promotores como “extremamente expansiva”.Um júri de New Jersey (EUA) considerou culpado um homem que acessou o banco de dados da operadora de telefonia AT&T, roubando os endereços de e-mail e outros dados pessoais de cerca de 120 mil usuários de iPad. A decisão da Justiça foi nesta terça-feira (20), mas a sentença só deve sair em 90 dias, segundo o "TechCrunch".
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar