Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ESTUDO MOSTRA O REMOTO MAKEMAKE COMO PLANETA-ANÃO SEM ATMOSFERA

22/11/2012

Makemake, um planeta-anão e gelado situado nos confins do Sistema Solar, parece ser desprovido de atmosfera, ao contrário do que suas características levariam a crer, revelou uma equipe internacional de astrônomos em observações publicadas na edição desta quarta-feira da revista científica Nature.

O nome Makemake (pronuncia-se ´maquê-maquê´) se inspirou em um deus dos Rapanui, povo originário da Ilha de Páscoa. Foi descoberto em 2005 e formalmente reconhecido como planeta-anão em 2008 pela União Astronômica Internacional.

Depois de Eris e Plutão, é o terceiro maior objeto conhecido além de Netuno. Ele se encontra a 7,8 bilhões de quilômetros do Sol.

Até o presente, seu tamanho e a composição de sua superfície parecia torná-lo um bom candidato a possuir uma atmosfera similar ao invólucro gasoso de Plutão.

Mas uma campanha de observações, realizada por iniciativa de uma equipe espanhola do Instituto de Astrofísica de Granada, chefiado por José Luis Ortiz, em colaboração com cientistas do Observatório de Paris, revela que não é bem assim.

Os astrônomos aproveitaram a ocultação de uma estrela, uma conjunção celeste rara, mas estimada antecipadamente, para obter novas informações sobre Makemake.

Na noite de 23 de abril de 2011, o planeta-anão passou diante de uma estrela da constelação conhecida como Cabeleira de Berenice. O evento foi acompanhado por 16 telescópios da América do Sul. Sete deles registraram a extinção, durante mais de um minuto, da luz da estrela em segundo plano.

"Pela primeira vez grandes instrumentos astronômicos - o Very Large Telescope VLT (Paranal) e o New Technology Telescope NTT (La Silla), do Observatório Austral ESO, no Chile - puderam observar o fenômeno", destacou o Observatório de Paris em um comunicado.

As medições registradas forneceram, ainda, um valor preciso sobre o tamanho de Makemake: elas correspondem a um corpo em forma alongada de 1.430 km por 1.502 km.

Com um poder de reflexão médio (albedo, ou luz solar refletida) de 77%, Makemake reenvia mais radiação solar que Plutão 52%), porém menos que Eris (96%). Comparativamente, a neve tem um albedo de 80%.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar