Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

OFERTA NO ATACADO: ANATEL MEDIA CONFLITO ENTRE TIM, OI E VIVO/TELEFÔNICA

31/10/2012

A oferta no atacado acirra a disputa entre as operadoras e a Anatel é chamada para atuar como medidadora, em busca de uma solução consensual entre as partes. De acordo com o vice-presidente de Assuntos Regulatórios da TIM, Mario Girasole, a agência já agendou reunião para mediar o conflito entre a TIM e a Oi em 8 de novembro. Com a Vivo/Telefônica será no fim do mês.

Sobre oferta no atacaco, o conselheiro da agência, Rodrigo Zerbone, rebateu critícas feitas pelo presidente da Oi, Francisco Valim. "Essa tensão é a prova que acertamos. Oferta no atacado é diretriz", afirmou.
Zerbone, que participou do IV Seminário Telcomp, realizado nesta terça-feira, 30/10, informou que, hoje, segundo cálculos da Anatel há concorrência em EILD - com a participação das quatro operadoras - em apenas 140 municípios.

E para garantir o preço justo, o ônus da prova que não há rede para ser compartilhada ficará com as teles. "Assim podemos garantir que elas vão provar que não têm rede onde se está pedindo o serviço", frisou o conselheiro. Na semana passada, Francisco Valim reagiu à intervenção da Anatel. Segundo ele, não há razão para mediação da agência em negociações que são de mercado e envolvem ´empresas grandes´.

Certo é que o regulamento recém-aprovado na Anatel não afasta a tensão entre as operadoras. Girasole, da TIM, reclama muito das concorrentes Oi e Vivo/Telefônica. "Estamos pedindo o desligamento dos nossos links de atacado por termos infraestrutura própria (vinda da compra da AES Eletropaulo) no Rio e em São Paulo. Estão me cobrando multas milionárias. Dezenas de milhões. É incrível. Cobram alto para dar o link e mais alto para desligar. A Anatel precisa resolver essa questão o quanto antes", completou.
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar