Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MALWARES PARA ANDROID CRESCEM 480% EM TRÊS MESES

26/10/2012

Aplicativos perigosos e de alto risco voltados para usuários da plataforma Android, do Google, aumentaram de cerca de 30.000 em junho, para quase 175.000 em setembro, de acordo com o relatório geral de segurança para o terceiro trimestre de 2012, divulgado pela Trend Micro.

De acordo com Hernám Armbruster, vice-presidente da Trend Micro no Brasil, apenas 20% dos proprietários de dispositivos Android utilizam aplicativos de segurança. “Além do número de usuários que usam aplicativos de segurança ser baixo, é preciso que as pessoas entendam quais permissões os aplicativos demandam antes de aprová-las, para não correr o risco de compartilhar informações confidenciais sem intenção", adverte.

Enquanto alguns aplicativos são claramente criminosos - como os que secretamente compram serviços premium para smartphone - outros são uma grande ameaça à privacidade. Estes incluem "Adware Agressivo", apps que coletam mais informações pessoais do que o autorizado pelo usuário. Embora a maioria dos adwares seja projetada para coletar informações do usuário, existe uma linha tênue entre a coleta de dados para simples uso publicitário e a violação da privacidade de cada indivíduo. Como normalmente os adwares coletam informações do usuário para fins legítimos, eles podem servir como um meio eficaz para recolher mais informações que os próprios usuários gostariam de oferecer.

"Na verdade, não é nenhuma surpresa vermos um aumento tão grande em malware para dispositivos móveis. O Android é a plataforma dominante em smartphones e é uma incrível história de sucesso. O universo underground digital também lê as estatísticas e relatórios analíticos, e descobriu uma maneira de ganhar dinheiro com malware para dispositivos móveis. E, ao contrário de seu computador, ao obter as informações de seu telefone, também se revela a sua localização, os números para os quais ligou e muito mais. Todas essas informações podem ser facilmente vendidas", afirma Armbruster.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar