Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

À ESPERA DO WINDOWS 8, MICROSOFT TEM QUEDA DE 22% NO LUCRO

18/10/2012

Diante de um mercado de PC lento e ainda à espera da receita do Windows 8, a Microsoft informou US$ 4,47 bilhões de lucro líquido do primeiro trimestre fiscal de 2013, declínio de 22% sobre o mesmo período um ano antes.

A companhia reportou receita de US$ 16,01 bilhões para o trimestre que terminou 30 de setembro, queda de 8% sobre o ano passado. Este valor está aquém do que muitos analistas esperavam. Pesquisa da Thomson Reuters aponta que a previsão do mercado era de US$ 16,42 bilhões para o trimestre.

A empresa gerou US$ 1,36 bilhão com clientes que já compraram cópias do Windows 8 e da próxima versão do Microsoft Office, mas não incluiu este rendimento, porque esses produtos não foram divulgados ainda. Caso contrário, a receita seria aproximadamente o mesmo que a do mesmo período de 2011.

No comunicado que acompanhou o anúncio dos resultados, o diretor financeiro Peter Klein atribuiu a queda na receita a uma desaceleração na demanda por PCs devido à espera pelo lançamento do Windows 8, embora salientando que outros setores da Microsoft continuem bem.

Nova Era
O CEO Steve Ballmer não abordou a queda nas vendas, mas caracterizou o trimestre como o fim de uma era para a Microsoft, com a empresa focada em novos produtos como o Windows 8 e o Windows Phone 8.

"O lançamento do Windows 8 é o início de uma nova Era na Microsoft", disse Ballmer declarou. "Os investimentos que fizemos ao longo de vários anos agora estão se unindo para criar um futuro de dispositivos e serviços excepcionais, com uma tremenda oportunidade para os nossos clientes, desenvolvedores e parceiros."

Foi um trimestre agitado para a Microsoft. A empresa lançou a nova edição de seu sistema operacional para servidores, o Microsoft Server 2012, em setembro. Em julho, um preview da próxima versão de sua suíte de produtividade de escritório, o Office 2013. O mais importante acontece na próxima semana: o Windows 8.

No trimestre, a divisão Windows registrou receita de US$ 3,24 bilhões, queda de 33% sobre o mesmo período do ano anterior.

O setor de serviços on-line teve aumento de 9% na receita, para US$ 697 milhões, graças à receita de anúncios em busca. A Divisão de Entretenimento e Dispositivos, que gerencia jogos da empresa e o console Xbox, faturou US$ 1,95 bilhão, queda de 1% sobre o mesmo período no ano anterior.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar