Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ENDEAVOUR CHEGA AO DESTINO FINAL APÓS ATRAVESSAR LOS ANGELES

15/10/2012

O ônibus espacial Endeavour chegou finalmente ao seu lar definitivo na Califórnia este domingo, depois de um lento périplo por terra que levou três dias, um a mais que o previsto, na última viagem desta nave lendária que cruzou a cidade de Los Angeles.

O prefeito da cidade, Antonio Villaraigosa, elogiou o que chamou de "a mãe de todos os desfiles", em que cerca de um milhão de pessoas viu a espaçonave passar pelas ruas de Los Angeles a menos de 1,6 km/h, uma velocidade irrisória para um veículo que chegou a orbitar a Terra a 28.000 km/h.

O Endeavour devia chegar ao museu California Science Center na noite de sábado, mas seu avanço foi reiteradamente retardado pelos organizadores da operação pela proximidade com que passava dos edifícios, das linhas de alta tensão que tiveram que ser cortadas e das centenas de árvores que tiveram que ser derrubadas.

O horário oficial de chegada foi o meio-dia deste domingo, diante de várias testemunhas e para alívio de funcionários que adiaram a cerimônia para dar as boas-vindas a este símbolo da conquista espacial.

O veículo deixou o aeroporto internacional de Los Angeles na sexta-deira e foi transportado com gruas pela autoestrada interestadual 405, que liga o norte e o sul do estado, durante a noite.

"Que visão mais incrível, não?", comentou o diretor do museu, Jeffrey Rudolph, diante de uma multidão reunida na localidade de Inglewood, onde a nave parou por 30 minutos para uma celebração que incluiu discursos, e durante a qual foi ouvida a trilha sonora do filme "Men in Black".

A última parte da viagem não foi fácil: o ônibus espacial, de 85 toneladas, foi montado sobre um suporte de alta tecnologia especialmente desenhado para a ocasião, passando a centímetros de prédios.

Cerca de 400 árvores foram cortadas (o que gerou protestos de moradores), e linhas de transmissão de energia foram desligadas para a passagem do veículo.

O Endeavour, que percorreu mais de 185 milhões de quilômetros em duas décadas, aterrissou no aeroporto internacional de Los Angeles (LAX) há três semanas, acoplado a um Boeing 747 especialmente preparado.

Mark Kelly, comandante do último voo do ônibus espacial, disse à rede de TV CNN esperar que a nave se torne uma inspiração para os futuros astronautas. "Talvez, algum dia, uma dessas crianças que visitarem o Endeavour no California Science Center se tornará a primeira pessoa a caminhar pelo planeta Marte. Isso seria maravilhoso", comentou.

Depois do encerramento do programa de ônibus espaciais da Nasa, no ano passado, várias cidades americanas brigaram para receber alguma das naves. O Enterprise, protótipo que nunca voou ao espaço, está em exposição permanente na pista de pouso do porta-aviões Intrepid, do Museo Aeroespacial de Nova York.

O Centro Espacial Kennedy, em Cabo Cañaveral, Flórida, abrigará o Atlantis, enquanto o Discovery foi levado ao Centro Steven F. Udvar-Hazy, anexo do Museu Nacional do Ar e do Espaço, em Virgínia, perto da capital federal.

Em 30 anos de serviço, dois dos cinco ônibus espaciais ativos da frota foram destruídos em tragédias: o Challenger, em 1986, pouco após o lançamento; e o Columbia, em 2003, durante a reentrada na atmosfera.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar