Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TELEFÔNICA PODE VENDER INFORMAÇÕES DE HÁBITOS DE CLIENTES PARA EMPRESAS NO PAÍS

11/10/2012

A Telefônica vai lançar até do fim deste ano um serviço para comercializar os dados do comportamento de usuários de telefones celulares para varejistas e órgãos públicos.

A informação é da agência Reuters

Batizado como "Smart Steps", o projeto tem previsão de lançamento entre novembro e dezembro. Brasil, Alemanha e Reino Unido serão os primeiros países a recebê-lo.

A Telefônica não informou quanto a novidade vai custar aos empresários nem se o serviço será oferecido ao governo brasileiro.

A ideia da gigante espanhola de telefonia é identificar hábitos do dia a dia, a partir do rastreamento "inteligente" feito a partir do uso dos celulares.

Com base nessas informações estratégicas, coletada de milhões de usuários, empresas e governos poderão melhorar seus produtos, serviços e até repensar seus modelos de negócios.

Usando as informações, a empresa diz que os varejistas poderão saber, por exemplo, onde e quantos adolescentes vão às compras em determinado dia da semana --o que poderia ajudar as empresas na adequação de produtos, promoções e atendimento.

O serviço, desenvolvido em parceria com a agência de pesquisa de mercado alemã GfK, não permitirá a identificação dos usuários.

Por meio de nota, a Telefônica diz que o serviço é um "projeto ainda em desenvolvimento, conduzido pela Telefônica Digital, criada em 2011 para consolidar todas as iniciativas do grupo na área de tecnologia e internet".

O "Smart Steps" ("Passos Inteligentes", em tradução livre, mas sem nome oficial no Brasil ainda) é o primeiro produto do Telefônica Dynamic Insights, divisão mundial da empresa criada para identificar oportunidades a partir da coleta massiva de dados, o chamado "big data".

OUTROS PROJETOS

Segundo a Telefônica, outros serviços similares estão sendo desenvolvidos e serão lançados em breve.

A empresa espera conseguir novas formas de lucro com a popularização exponencial de dispositivos móveis --como smartphones e tablets-- e o avanço das tecnologias de armazenamento e análise.

Segundo o diretor comercial da Telefonica Digital, Stephen Shurrock, dados de usuários de celular já vêm sendo utilizados em outros serviços da companhia, como no gerenciamento de tráfego.

Segundo Jeremy Green, diretor da consultoria Ovum, outras empresas de telefonia, como a Vodafone (que não atua no Brasil), já comercializam dados dos usuários, mas de forma mais fragmentada do que a Telefônica está planejando.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar