Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ACROBAT XI SIMPLIFICA A EDIÇÃO DE PDFS E REFORÇA LAÇOS COM O MS OFFICE

08/10/2012

Poucas pessoas diriam que editar documentos no formato PDF é divertido, mas ao menos isso deve ficar mais fácil com o Acrobat XI, um novo software da Adobe para Mac e Windows. A mais recente versão do pacote para criação e visualização de PDFs oferece melhor integração com o Microsoft Office do que no passado. Além disso, a Adobe visa acelerar os fluxos de trabalho simplificando a assinatura eletrônica de documentos e o uso de formulários, adicionando recursos para telas sensíveis ao toque e integração com serviços na nuvem.

Entre os destaques estão uma nova ferramenta do tipo “clique e arraste” que permite a edição de texto e imagens dentro de documentos PDF. Para criar uma apresentação no PowerPoint que reflita o tema da apresentação do mês passado, por exemplo, você pode pegar um PDF antigo, editá-lo no Acrobat ou Excel e combiná-lo com outros PDFs e documentos do Office. Os PDFs podem ser exportados do Acrobat para o PowerPoint ou Word, e também em formatos como RTF ou planilhas em XML.

Agora é possível redimensionar e rotacionar imagens de dentro do Acrobat, bem como adicionar links, bookmarks, formulários, objetos e arquivos e editar tabelas. Ao editar o texto dentro de um parágrafo, ele irá fluir automaticamente para a próxima linha sem a necessidade de adicionar quebras de linha. Também há opções integradas para salvar e abrir conteúdo armazenado em serviços online como o Acrobat.com, Office 365 e SharePoint.

As ferramentas da Adobe continuam a se mover de seu foco original em impressão para fluxos de trabalho que combinam o desktop, tablets, smartphones e a nuvem.

Assinaturas eletrônicas

Para possibilitar a criação de assinaturas eletrônicas que sejam legalmente aceitas, o Acrobat XI se integra com a EchoSign, uma subsidiária da Adobe especializada em eSignatures e contratos via Web. Assinar um PDF não exige muito mais do que digitar seu nome em um formulário, ou escrever com os dedos usando um iPad.

Em tablets com o Windows 8 o Acrobat XI Pro pode ser usado no “Modo Touch”, espalhando os ícones para facilitar a navegação com a ponta dos dedos. Um administrador de TI pode habilitar remotamente o Modo Touch para um usuário de iPad, com o software Citrix Receiver rodando o Acrobat em uma versão virtualizada do Windows.

A Adobe projeta que em alguns anos o número de contratos assinados via web irá se expandir dos atuais 1% do total (nos EUA) para 50%.

Perdendo menos tempo com formulários

A Adobe cita um estudo do IDC que indica que trabalhadores perdem cerca de 11 horas de produtividade por semana lidando com formulários em papel ou procurando por documentos em vários formatos e locais. E empecilhos à colaboração, como os atrasos ao obter aprovação de documentos importantes, consomem em média 12 horas por semana.

Para resolver estes problemas a Adobe integrou o Acrobat com o Adobe FormsCentral para facilitar a criação e obtenção de formulários via Web ou em PDF. É possível obter dados de formulário em qualquer aparelho sem precisar transcrevê-los manualmente, e analisar os dados com tabelas e gráficos gerados rapidamente. O Acrobat Reader XI, gratuito, irá permitir que os usuários marquem e preencham formulários em PDF em um tablet ou smartphone, e armazenem os arquivos online no site Acrobat.com.

Há algumas novas opções para inclui elementos de documentos externos em um PDF. Entre outros recursos, há mais flexibilidade para customizar conjuntos de ferramentas dentro do ambiente de trabalho do programa. E uma nova opção, chamada Make Accessible, guia os usuários por um passo-a-passo que ajuda a tornar os PDFs mais amigáveis aos portadores de deficiências.

Gerenciamento facilitado

De acordo com o IDC, 25% das empresas sofreram algum tipo de vazamento de informação no passado. Por isso as novas versões do Acrobat e do Reader permitem limitar a forma como os usuários acessam os PDFs. Uma nova opção chamada Restrict Edition exige uma senha antes que seja possível editar um arquivo. Também é possível editar, ofuscar e remover informações ocultas de dentro do próprioAcrobat, e proteger PDFs de dentro do Office.

Profissionais de TI ganham mais opções para administrar o Acrobat em múltiplos PCs, incluindo suporte à ferramenta Apple Remote Desktop para o gerenciamento de Macs. Os Admins podem simplificar o gerenciamento de PDFs em uma organização estabelecendo uma série de passos padronizados que os usuários devem seguir usando o Action Wizard.

As ações podem, por exemplo, guiar o usuário nas tarefas de otimizar, arquivar, tornar seguro e publicar um PDF em um só passo. E com suporte à tecnologia App-V da Microsoft atravér do Citrix XenApp, a empresa pode gerenciar centralmente o Acrobat e o Reader XI como um aplicativo virtual para tablets. Também há controle adicionais para permitir ou bloquear a execução de código JavaScript embutido em PDFs.

Requisitos de sistema e preço

O Acrobat XI Pro (US$ 499) para Windows ou Mac tem todos os novos recursos, e a versão Acrobat Standard (US$ 299, só para Windows) traz os novos recursos de edição e assinatura de documentos. A atualização a partir do Acrobat X custa US$ 199 (Pro) ou US$ 139 (Standard). Os serviços EchoSign e FormsCentral custam a partir de US$ 15 mensais. Mais especificamente, o EchoSign custa US$ 40 mensais para uma equipe de até 9 pessoas, e pode chegar a US$ 399 mensais por uma conta “Global” para 10 ou mais usuários. Há preços especiais para o mercado acadêmico através da Adobe Education Store.

Para rodar o Acrobat XI Pro a Adobe recomenda ao menos 1 GB de RAM e o Windows XP SP3 (em uma máquina de 32-Bit) ou SP2 (em uma máquina de 64-Bit). A versão Mac pede o Mac OS X 10.6.4 ou mais recente. O software deve estar disponível ao longo do próximo mês.

 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar