Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

WINDOWS 7 TEM TUDO PARA SER UM NOVO XP E CUSTAR A MORRER

27/08/2012

Nós amamos o Windows 7: essa foi a mensagem alta e clara dos usuários presentes à Conferência TechMentor, realizada esta semana na sede da Microsoft, em Redmond, Washington (EUA). Com o suporte para Windows XP sendo abandonado oficialmente em abril de 2014, o plano para a maioria das organizações é atualizar o sistema... para o Windows 7. Mesmo diante da chegada do Windows 8, programada para  26 de outubro.

É uma vitória para a Microsoft de qualquer maneira, afinal não é como se as empresas estivessem trocando Windows por Macs.

Mas também é um sinal de muita turbulência no horizonte para a empresa.

Na história do sistema operacional, o Windows 95, o XP e o Windows 7 foram amados, enquanto que o Windows ME, o Vista, e agora o Windows 8 (ao menos para reviewers) são  odiados. O Windows 98 foi essencialmente uma pequena atualização para o Windows 95 e 2000, voltada para o público corporativo, por isso nem conta.

Mas o que realmente amamos no Windows 7? Às vezes é mais fácil ver seus encantos (sem trocadilhos) quando se olha o mais novo sistema operacional da empresa. Na minha opinião  o Windows 8 cristaliza os cinco recursos do Windows 7 que eu mais amo.

1. Interface do usuário
Com a dramática mudança na interface do usuário do Windows 8, amo a interface do usuário do Windows 7 mais do que nunca - principalmente pelo seu ORB e Menu Iniciar. O Windows 8 certamente inovou quanto à interface sensível ao toque (touchscreen), mas a interface do 7 é mais confortável, e apostando nele você não terá seus usuários rogando pragas para cima de você (pode apostar que isso irá acontecer se você jogar a interface do Windows 8 neles).

2. Melhorias de segurança
Embora o Windows 8 venha acompanhado de
grandes recursos de segurança, como senhas com imagem e boot protegido contra malwares se você tem um sistema UEFI (Unified Extensible Firmware Interface), não podemos esquecer que o Windows 7 fornece, de longe, um melhor conjunto de recursos de segurança que o XP. Por exemplo, o Windows 7 Action Center oferece acesso imediato a informações sobre segurança e manutenção do seu sistema.

O Controle de Conta do Usuário (UAC, ou User Account Control) permite que você modifique os níveis de segurança do sistema manualmente e o torne superforte - você pode até desativar completamente as configurações de segurança, se quiser. Para usuários domésticos, o Windows 7 também dispõe de controles parentais.

3. Facilidades de rede
Se você viveu tempo suficiente para lembrar dos dias de redes com Windows NT 4.0 (ou Windows 95/98), você ainda sente as feridas das lembranças das muitas noites sem dormir, as quais você passou recolhendo drivers, se preocupando com opções de protocolo, e assim por diante. Com o XP foi melhor, mas ainda não foi algo fácil. Por outro lado, é fácil de obter o seu sistema conectado com o Windows 7. Com recursos como HomeGroups, usuários domésticos e pequenas empresas podem compartilhar impressoras quase sem esforço, se comparado com versões anteriores.

Da mesma forma, a conectividade sem fio foi simplificada e a capacidade de bloquear acessos públicos e privados (ou casa/trabalho) por meio de  configurações avançadas de rede garantiu mais segurança online. Além disso, quando combinado com o Windows Server 2008 R2, o Windows 7 tira proveito de recursos como o BranchCache e Direct Access, que fornecem acesso rápido a dados e conectividade sem uma VPN (Virtual Private Networks).

4. Capacidade de gerenciamento por PowerShell
Habilitar o PowerShell para gerenciar sistemas - especialmente com as capacidades de comunicação remota que vêm com a segunda versão do Windows 7 - é incrivelmente útil para administradores de TI.

5. Desempenho melhorado
O boot do Windows 7 é incrivelmente rápido em comparação com XP ou Vista. Em laptops, a vida da bateria é maior e a recuperação dos modos "suspender" e/ou "hibernar" é melhorada. O Windows 7 também oferece recursos como o ReadyBoost.

Windows 8 leva a computação a um novo nível
Por mais que você tenha ouvido minhas queixas sobre trabalhar com o Windows 8 a partir da perspectiva do usuário, você não me ouvirá reclamar sobre características e melhorias fora da Interface. No fundo, o Windows 8 é o Windows 7 elevado ao próximo nível. Todas as características que amo no 7 ainda estão disponíveis no Windows 8. Alguns itens, como o Network Map, que eu não gostava, se foram. E muitos aspectos do Windows 7 foram reforçados no Windows 8: Histórico de Arquivo, boot seguro, proteção antivírus,  Hyper-V 3  e PowerShell versão 3, só para citar alguns exemplos.

Ainda assim, essas são melhorias para o Windows 7. Não se sinta mal se você decidiu continuar com ele em vez de mudar para o Windows 8 (como você fez quando trocou o XP pelo Windows 7), porque você não pode fazer esse salto.

Mas, se você decidir mergulhar de cabeça no Windows 8, saiba que você continuará com os recursos que todos amam no Windows 7 e mais.

Se você passar pelo desafio da interface de usuário do 8, o resto será moleza.
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar