Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOOGLE TENTA ENCERRAR AÇÃO CONTRA PROJETO DE DIGITALIZAÇÃO DE LIVROS

30/07/2012

Mais uma vez, o Google foi aos tribunais para tentar encerrar uma ação em que enfrenta o Authors Guild, a maior organização de lobby em favor de escritores dos Estados Unidos, que acusa a companhia ter escaneado milhões de livros para o seu projeto Google Books sem pedir autorização e nem compensar os seus autores. A notícia é da agência Reuters.

O Google alega que o seu projeto, que espera construir a maior livraria digital do mundo, representa um ´uso justo´ (´fair use´) das obras, e que por isso não deveria pagar direitos autorais. Já a organização de escritores pede US$ 125 milhões para ceder a um acordo, o que foi negado por um juiz federal.

O acordo que foi rejeitado pelo juiz Denny Chin, que considerou que a aprovação da parceria poderia significar um sinal verde para o monopólio da empresa do Vale Silício na área da digitalização de livros.

A empresa alega que escaneou mais de 20 milhões de livros em inglês e que postou trechos de cerca de 4 milhões, e que isso só teria sido possível graças a um acordo firmado com grandes bibliotecas públicas do país. Muitos dos livros ainda são protegidos por copyright mas estão fora de catálogo há muitos anos, e por isso o Google alega que é justo digitalizá-los sem pagar nada aos autores.

Na ação movida em um tribunal de Manhattan, o Google afirma que a disponibilização de obras - que podem ser pesquisadas internamente - não prejudica os autores e sim os ajuda na divulgação dos livros, muitos dos quais totalmente esquecidos pela sociedade.

"O Google Books cria transformações enormes e positivas e nem por isso reduz o valor do trabalho dos autores", diz o processo.

E você, o que acha?

 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar