Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ESTUDO APONTA WI-FI COMO A TECNOLOGIA QUE MAIS IRRITA USUÁRIOS; VOCÊ CONCORDA?

26/07/2012

Um estudo realizado pela assistência técnica Virgin Digital Help indica que 60% dos usuários acham a tecnologia confusa. Entre os fatores de maior irritação estão a constante mudança (18,6%), problemas de compatibilidade (15,2%), não fazer o que deveria fazer (14,8%) e o fato de não ser algo confiável.
 

Ao tratar de produtos ou serviços específicos, o estudo lista o Wi-Fi como o principal vilão na hora de estressar os usuários: 12,4%.

A nuvem aparece em segundo lugar (11,4%), seguida por rede doméstica ou sincronização de aparelhos (10%), desktops, laptops e tablets (8,6%), redes sociais (6,7%), impressoras (6,2%), celulares (2,9%), e-mails (1,9%) e a internet em geral (0,5%).

As mulheres se mostraram mais estressadas com a tecnologia do que os homens: 31,4% contra 20%. Ao citar como fator de irritação as constantes mudanças, elas vão muito além deles (24,3% elas; 7,1% eles).

A pesquisa ouviu 210 pessoas nos Estados Unidos e Reino Unido. Do total, a maioria era de jovens com até 34 anos: 61% com idades entre 25 e 34 anos, 17,1% de 18 a 24 anos.

Entre os mais velhos, com idades entre 55 e 64 anos, 27,3% dizem considerar a tecnologia ?complicada demais?.  

Problemas de saúde
Além da irritação apontada pela pesquisa, um outro estudo recente identificou uma relação entre o uso intenso da internet e telefone celular com problemas de saúde (estresse, depressão e dificuldade para dormir). A pesquisa da University of Gothenburg, na Suécia, foi realizada durante um ano, com 4.100 pessoas na Suécia, de 20 a 24 anos.

?É fácil ficar mais tempo do que o planejado no computador [trabalhando, jogando ou conversando], o que acaba gerando uma pressão relacionada ao tempo, negligência de outras atividades e também de necessidades pessoais [como dormir, interagir socialmente, fazer atividade física]?, afirmou Sara Thomee, líder do estudo.
Leia mais aqui
 
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar