Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE ACUSA SAMSUNG DE ROUBO E QUER US$2,5 BILHÕES POR PATENTES

26/07/2012

 

A Apple vai buscar receber bilhões de dólares em danos da Samsung quando um processo de patentes entre as duas empresas for julgado em um tribunal da Califórnia na próxima semana.

Detalhes da reivindicação da Apple foram incluídos em um documento enviado nesta semana para o tribunal do Distrito Nordeste da Califórnia, onde o julgamento tem início agendado para segunda-feira, 30/7.

?A Samsung roubou bilhões de dólares em rendimentos e causou à Apple a perda de centenas de milhões de dólares por meio de sua violação da propriedade intelectual da Apple?, afirma o breve pedido da Apple. Combinando a receita da Samsung com as vendas de todos os telefones e tablets que supostamente violam as patentes da Apple, a empresa de Cupertino calcula prejuízos de 500 milhões de dólares por causa dos aparelhos portáteis da Samsung, e mais 25 milhões de dólares em danos por royalties. Com base nisso, os advogados da Apple pedirão ao júri para receber ?um total combinado de 2,525 bilhões de dólares?, aponta o documento.

Em seu próprio pedido do julgamento, feito pouco após a Apple enviar seus documentos ao tribunal, a Samsung chamou a solicitação da rival de ?uma extensão natural de sua tentativa de monopolizar o mercado?. ?Os danos são feitos para serem compensados, não conferir uma sorte inesperada absurda às custas de concorrências e consumidores do mundo todo?, afirmou a empresa sul-coreana.

Leia também:

- Samsung Galaxy Tab 7.7 é banido na Europa por copiar rival iPad

 applexandroid_390.png

No coração do caso está uma variedade de patentes cobrindo aspectos de design de smartphones e algumas de tecnologias utilizadas dentro dos aparelhos. O caso está sendo acompanhado de perto, não apenas porque fornece uma arena muito pública para as duas gigantes do mercado brigarem diretamente, mas também porque o design dos produtos móveis da Apple se mostrou tão influente nos últimos anos.

Os altos valores envolvidos são uma razão atraente para as companhias chegarem a um acordo antes mesmo do início do julgamento e a Reuters informou na segunda-feira que elas estão tentando fazer justamente isso.
 
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar