Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MENSAGENS INSTANTÂNEAS ´ROUBAM´ MERCADO DO SMS NA AL

26/07/2012

Estudo da Abi Research, divulgado nesta terça-feira, 24/07, mostra que no primeiro trimestre de 2012, a troca de mensagens de texto caiu 5,8% na região, muito em função do uso de e-mail no celular e pela disseminação de aplicativos como o WhatsApp e Viber. Tráfego de dados, ao contrário, cresce e deverá chegar a 13,4 Exabytes até dezembro.

Segundo o levantamento, a América Latina foi onde houve o maior declínio na troca de SMS, em comparação com período igual em 2011. Na África, o declínio ficou em 0,7% e na Ásia-Pacífico a redução foi menor, de apenas 0,2%. O volume de minutos de uso para serviços de voz apresentou queda de 5,3% no mesmo período na América do Norte e de 0,6% na Ásia-Pacífico. Na Europa Ocidental a redução ficou em 0,4%. Somente no Oriente Médio houve um impulso na troca de SMS - um crescimento de 3,5%.

Para tentar conter a perda de receita, a ABI Research lembra que operadoras como Singtel e Vodafone, criaram planos específicos para restringir o uso dos aplicativos gratuitos e favorecer o uso de SMS nos planos de dados, mas para a consultoria, essas iniciativas funcionam ´como fechar a porta da casa depois de ela ter sido arrombada".

Mas o mercado de mensagens instantâneas também tem problemas, adverte a consultoria. O estudo apura que há um temor de usuários pela perda de dados na plataforma WhatsApp e a entrega das mensagens pode ser mais lenta do que deveria em função do uso de redes de terceiros. Se o SMS sofre, o tráfego de dados segue em alta.

Para a ABI Research, o crescimento deverá chegar a 69% - 13,4Exabytes trafegados. E, aqui, as redes 3G terão papel crucial. "O 4G vai crescer muito em 2013, mas são os dados trafegados em redes 3G que vão impulsionar a demanda. Os celulares vão cair ainda mais de preço e vão chegar às classes de menor poder aquisitivo", completa a consultoria.

 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar