Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MEMBRO DO LULZSEC É INDICIADO POR ROUBO DE DADOS DA FOX, SONY E PBS

15/06/2012

O hacker britânico Ryan Cleary já está preso na Inglaterra por ter organizado uma série de ataques DDoS, mas agora terá que enfrentar também a justiça dos Estados Unidos. Um dos líderes do LulzSec, Cleary é acusado por um tribunal de Los Angeles por conspiração e pelo roubo de dados de milhares de pessoas, assim como pelas invasões dos servidores das redes de televisão Fox e CBS e da empresa de tecnologia Sony.

É bem provável que as queixas a respeito de Cleary tenham ganhado novas provas depois que um líder do Anonymous e ex-participante do LulzSec, o norte-americano Hector Monsegur (ou Sabu), anunciou que estava trabalhando como um agente duplo para a CIA. Diversos membros de ambos os grupos foram presos depois da cooperação.

"As autoridades federais alegam que entre abril e junho de 2011, Cleary conspirou com membros do LulzSec para intencionalmente causar danos aos sistemas computacionais do Fox Entertaiment Group, em Los Angeles, e roubou dados confidenciais como segredos relacionados aos participantes do programa [de competição entre cantores] The X-Factor", diz o relatório divulgado pelo jornal Los Angeles Times. A acusação também cita ataques a um site da TV pública norte-americana PBS e o roubo de dados de usuários registrados no site da Sony.

Cleary tem apenas 20 anos e está preso na Inglaterra por ter coordenado ataques DDoS que tiraram do ar sites a indústria fonográfica britânica e do governo do país. Se for considerado culpado também nos Estados Unidos, sua pena pode chegar a até 25 anos de reclusão.

O documento completo pode ser lido aqui.

 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar