Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GAMERS JÁ PODEM VENDER E COMPRAR ITENS EM DIABLO III USANDO DINHEIRO REAL

15/06/2012

Jogadores do game Diablo III já podem comprar e vender itens virtuais com dinheiro de verdade. A Blizzard adicionou nessa semana a opção para usar dinheiro nas vendas ou compras realizadas na "Casa de Leilão", mas o Real brasileiro ainda não é aceito.

Esse tipo de loja virtual é muito comum em games online. Em Diablo III, ela funciona como um menu fora do universo virtual no qual os jogadores podem vender ou comprar itens adquiridos no jogo; é possível anunciar um item e colocar um preço inicial para leilão e um preço final para compra. 

Desde o lançamento oficial do game no dia 15 de maio, a Casa De Leilão (Auction House) funcionava apenas com a moeda virtual do game que é chamada simplesmente de "Ouro" (Gold). Agora, os usuários alternam entre a Casa de Leilões com moeda virtual e a Casa de Leilões com moeda real com um simples clique no canto superior direito da tela.

A nova Casa De Leilão com dinheiro real é totalmente separada da que utiliza moeda virtual e já pode ser usada por gamers das Américas nas seguintes moedas: Dólares Americanos, Dólares Australianos e Peso Mexicano. Segundo a Blizzard, agora a prioridade é inserção do Peso Chileno, Peso Argentino e Real Brasileiro.

Para comprar itens, só é preciso um cartão de crédito. O dinheiro obtido pela venda dos itens fica atrelado à conta de usuário Battle.Net e esse crédito pode ser usado na compra de produtos no site da Blizzard ou transferido para uma conta PayPal.

Segurança reforçada

Se games online com dinheiro virtual já atraiam golpes e hackers, um game que movimenta dinheiro real é um alvo ainda maior. Para evitar problemas de segurança, na hora de receber o dinheiro de vendas necessário ter cadastro no serviço de autenticação dupla da Blizzard, que requer um dispositivo autenticador ou um aplicativo para smartphones Android e iOS que é conectado à conta de usuário Battle.Net.

Esse sistema já é usado em outros games, como World of Warcraft, e até hoje não houve nenhum caso de quebra de segurança em contas que utilizam o autenticador.

 
 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar