Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT PASSA A OFERECER DISTRIBUIÇÕES LINUX NO WINDOWS AZURE

08/06/2012

Após anos encarando o Linux como uma ameaça competitiva, a Microsoft passou a oferecer sistemas operacionais baseados em Linux no Windows Azure, serviço de nuvem da empresa. Os serviços estarão disponíveis a partir desta quinta-feira (7), e o portal Azure irá oferecer distribuições como Suse Linux  Enterprise Server 11 SP2, OpenSuse 12.01, CentOS 6.2  e Ubuntu 12.04

Os usuários poderão escolher e instalar  uma distribuição a partir do Microsoft Windows Azure Image Gallery, e serão cobrados por hora. Os clientes também poderão implementar aplicações que foram feitas com o Suse Studio IDE (sigla para ambiente de desenvolvedor integrado, em tradução livre) diretamente  para o Azure. Nesse caso, não precisarão se preocupar a respeito imagem da máquina - ao invés disso, irão inserir o Azure ID no Suse Studio antes de enviar a aplicação para a nuvem. 

O movimento pode ser surpreendente para aqueles que acompanham a Microsoft, que tradicionalmente se considerava uma companhia de plataformas, devido ao enorme sucesso do Windows. Por isso, a empresa sempre enxergou o Linux como uma ameaça competitiva, especialmente no mercado de servidores, no qual possui o Windows Server para concorrer com os tradicionais servidores Unix. 

Com o serviço de nuvem do Azure, no entanto, a Microsoft precisa se preocupar com um rival muito maior, o Amazon Web Services, que oferece distribuições Linux como Ubuntu da Canonical e Enterprise Linux da Red Hat. ?Realmente achamos que esse momento é marcante, especialmente ao considerar o passado, mas não é uma grande surpresa? comentou Amanda McPherson, vice-presidente de marketing e serviços de desenvolvedores da Linux Foundation. ?Computação em nuvem tem sido mais próxima do Linux e do open-source, e a Microsoft é uma empresa esperta, e fará o que for preciso para marcar presença na nuvem, concordando que outro sistema operacional é necessário para que ela seja tecnicamente relevante, e reconhece que os clientes rodam mais de um sistema operacional em suas empresas; essa é uma oportunidade para que o Windows Azure esteja na maior quantidade possível de estações de trabalho. ?. 

A parceria também irá beneficiar o Linux. ?Há clientes que enxergar a Microsoft como principal fornecedora de TI, gostariam de trabalhar com a companhia? explicou Peter Chadwick, gerente de produtos do Suse para operações em nuvem. ?Estivemos trabalhando com a companhia de Redmond a respeito de interoperabilidade, sendo assim isto é uma extensão lógica?. 

As máquinas virtuais com Linux estão sendo oferecidas como tecnologia em modo preview, logo o preço não foi divulgado. As imagens serão persistentes, o que significa que o usuário poderá desligar e reiniciar sem perdas de dados. Em adição às imagens de máquinas virtuais de distribuições selecionadas, os usuários poderão importar suas próprias compilações Linux através do recurso de disco rígido virtual da Microsoft, de acordo com um anúncio da companhia

O lançamento também significa que o Azure agora suporta tanto Pyton e Java, assim como tecnologias de devolvimento web como Node.js e PHP, que serão responsáveis por facilitar o uso de ferramentas de gerenciamento de conteúdos web como Wordpress, Drupal e Joomla. 
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar