Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PARA NASA, CONCORRÊNCIA COM PARTICULARES É ´CHAVE´ EM CORRIDA ESPACIAL

18/05/2012

A agência espacial americana (Nasa) anunciou nesta quinta-feira que a concorrência é chave na corrida com companhias particulares para substituir o ônibus espacial, depois que o Congresso pediu à entidade para financiar uma única empresa.

"Acreditamos que a concorrência é chave para acelerar este programa", afirmou o vice-diretor da Nasa, Lori Garver, em entrevista com jornalistas por telefone.

"Estamos abrindo uma nova era que abarca a inovação do setor privado junto à importância do que fazemos aqui no governo", disse.

O debate renovado sobre como restabelecer rapidamente o acesso dos Estados Unidos à Estação Espacial Internacional após a aposentadoria do ônibus espacial se dá no momento em que a empresa SpaceX, com sede na Califórnia, prepara seu primeiro voo de teste rumos à estação orbital, previsto para o sábado.

Mas, sem planos a curto prazo de uma nave tripulada antes do período 2015-2017 e com a Nasa destinando centenas de milhões de dólares em capital inicial para quatro empresas privadas, alguns legisladores pediram um processo mais acelerado.

A Câmara de Representantes aprovou na semana passada um projeto que pede à Nasa para escolher imediatamente uma companhia para o fundo de um voo comercial, que planeja distribuir no fim deste ano e que espera que alcance os 500 milhões de dólares.

No ano passado, o programa da Nasa Desenvolvimento de Tripulação Comercial (CCDev2, em inglês) deu 270 milhões de dólares para quatro empresas: Blue Origin (US$ 22 milhões), Boeing (US$ 92,3 milhões), SpaceX (US$ 75 milhões) e Sierra Nevada (US$ 80 milhões).

O congressista republicano Frank Wolf, titular do subcomitê de Dotações da Câmara, que fiscaliza o orçamento da Nasa, destacou na semana passada que o enfoque atual "corre um alto risco de fracasso" mediante o financiamento de várias empresas.

O esquema levaria a que "os que pagam impostos não tenham benefícios tangíveis em troca de um investimento substancial", acrescentou.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar