Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NOVA GERAÇÃO DO CHIP VPRO TRAZ MAIS SEGURANÇA E DESEMPENHO, DIZ INTEL

16/05/2012

A Intel lança hoje, em todo o mundo, a terceira geração de plataformas baseadas no processador Core vPro, com novos recursos de segurança e maior performance. Suas características de segurança protegem o acesso e a integridade dos dados em aplicações de e-commerce e em transações bancárias, entre outras soluções inovadoras de segmentos como varejo e saúde. Estão disponíveis em desktops, workstations, notebooks e ultrabooks.

"Nós estamos melhorando a capacidade de gerenciamento remoto do PC e incrementando os recursos de segurança, muito por meio de parcerias de software", explica Reinaldo Affonso, diretor de tecnologia da Intel para a América Latina.

Segurança embarcada
Para proteger contra o roubo de identidade, a terceira geração vPro amplia a tecnologia IPT (Identity Protection Technology) incluindo nela a infraestrurura de chaves públicas e privadas (PKI), de modo a fornecer uma segunda camada de autenticação já embarcada nos PCs. Em aplicações de internet banking, por exemplo, o recurso permite prescindir do uso físico do token, já que a chave privada pode ser armazenada no firmware do PC. A Intel tem trabalhado com provedores de soluções e administradores ambientes online para a proveitar a tecnologia IPT como proteção final da identidade do usuário.

"Além da questão de chaves, nós estamos implementando uma nova tecnologia, chamada True Cove, que consegue proteger uma área da memória de vídeo e da memória do computador que nem o sistema operacional acessa", diz o executivo. "Quando em uma transação bancária você manda uma informação para o banco, ele, a partir de agora, vai poder te devolver uma informação para você em uma janela protegida dizendo ´olha, a transferência que você está fazendo aqui é da conta x para a conta y, neste montante, você confirma?´. Quando esta informação vem para você, nem o sistema operacional sabe o que está escrito ali. Então não importa se tem um Cavalo de Tróia instalado na sua máquina... Ele vai ter que se soisticar muito mais também para conseguir ler algo. De uma certa forma, estamos tornando mais caro o processo para quem quiser roubar algo", explica ele.

Na opinião de Reinaldo Affonso, os novos recursos de segurança representam o maior incremento tecnológico desta terceira geração.

Para fazer uso, principalmente da Tru Cove, é preciso ter uma aplicação rodando do lado do servidor. O software do banco tem que estar pronto para usar essa tecnologia e mandar essa janela protegida. O mesmo acontece com o software do site de e-commerce. Até porque o recurso vai estar disponível tanto para máquinas corporativas, como em máquinas para consumidores finais.
 
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar