Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BACTÉRIAS MAGNÉTICAS PODEM PERMITIR A FABRICAÇÃO DE HDS MAIS RÁPIDOS

09/05/2012

No futuro, poderemos ter computadores biológicos fabricados com a ajuda de bactérias magnéticas que, inclusive, podem auxiliar no desenvolvimento de discos rígidos muito mais rápidos que os atuais. A descoberta é de cientistas da Universidade de Leeds, na Grã-Bretanha; e da Universidade de Agricultura e Tecnologia de Tóquio, no Japão, que estão conduzindo experimentos com micróbios que se alimentam de ferro.

"As máquinas que usamos tradicionalmente para construir os componentes são desajeitadas quando se trata de escalas tão pequenas. A natureza nos oferece a ferramenta perfeita para resolver esse problema", afirma a coordenadora da pesquisa, Sarah Staniland, da Universidade de Leeds.

As bactérias Magnetospirilllum magneticum, utilizadas no estudo, são micro-organismos naturalmente magnéticos, que costumam viver em ambientes aquáticos onde o oxigênio é escasso, como explica a BBC. Eles ingerem o ferro e, então, transformam a substância em pequenos ímãs, semelhantes aos encontrados nos HDs.

Após estudar a forma como estes micróbios coletam, formam e posicionam esses nanoímãs dentro de si próprios, os pesquisadores replicaram o comportamento no ambiente externo. Assim, eles cultivaram ímas, os quais eles esperam que possam ser usados no futuro para fabricar circuitos de discos rígidos para equipar "biocomputadores". Uma iniciativa importante já que, conforme Staniland, "estamos rapidamente chegando aos limites da manufatura eletrônica tradicional à medida que componentes ficam menores."
 
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar