Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APP PERMITE TROCAR E DESTRUIR FOTOS PICANTES EM SEGUNDOS

09/05/2012

Celulares com câmera se tornaram extremamente comuns entre os consumidores, e tirar uma foto é um reflexo quase que natural - basta tirar o aparelho do bolso, apontar e registrar o momento. Contudo, deixar certos materiais armazenados no aparelho pode ser um perigo. 

Não faltam casos de famosos e anônimos que tiveram sua intimidade exposta por causa de arquivos que foram encontrados ou roubados, e acabaram ?caindo na net?. Contudo, há um aplicativo para iPhone que garante aos mais afoitos que a troca de fotos mais ousadas pode ser feita de maneira segura, sem que a outra pessoa possa salvar as imagens, e as destruindo em alguns segundos. 

O Snapchat é um app gratuito que promete exibir para um amigo, por um determinado período de tempo, o material registrado pelo usuário , e não permite que a tela seja capturada ou gravada. Depois de criar uma conta, você pode enviar fotografias e estipular o tempo que a imagem será exibida. Quem recebe a foto, para visualizar o registro, precisa deixar o dedo sobre a tela, exibindo a fotografia e uma contagem regressiva. Ao final dela, a imagem é, teoricamente, destruída, e fica inacessível, não sendo gravada nem mesmo no Rolo da Câmera.

 

snapchat_435.png

Foto é destruída depois que a contagem termina

 

E não adianta bancar o espertinho e tentar registrar o momento caliente com o screenshot do iOS (segurar os botões sleep e home ao mesmo tempo) ou até mesmo utilizando aplicativos via jailbreak para gravar a tela. O app impede todos os métodos, e ainda avisa o remetente sobre o ocorrido. Tentamos de todas as maneiras, e a única brecha até agora é espelhar o dispositivo iOS em um Mac utilizando o AirPlay, e tirar um print do próprio computador. 

O Snapchat é gratuito está disponível na App Store - e você deve usá-lo por sua conta e risco. A recomendação de sempre é: caso não deseje que suas fotos picantes vazem na Internet, bom... não as tire.  
 
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar