Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MANIFESTAÇÃO POR KONY 2012 COLOCA ENGAJAMENTO DIGITAL À PROVA

23/04/2012

O vídeo  "Kony 2012", colocado na internet em 5 de março pela ONG Invisible Children, ganhou notoriedade ao tornar-se o viral mais rápido da história do YouTube, com mais de 100 milhões de visualizações em menos de uma semana. E hoje seu poder de fogo será colocado à prova.

Hoje (20/04) é o dia em que todos os usuários que assinaram a petição digital em favor da prisão de Joseph Kony, líder do Movimento de Resistência do Senhor (LRA, na sigla em inglês) de Uganda, deveriam colar cartazes pelos muros das cidades para tornar a imagem de Kony conhecida e facilitar sua prisão. O objetivo é fazer com que o engajamento obtido com o vídeo Kony 2012 extrapole o universo digital e atinja as ruas.

A ação, chamada de Cover the Night (Cubra a Noite), não estabelece um procedimento único de protesto, mas a organização lembra que não coaduna com ?atividades ilegais, o que inclui transgressões e destruição de propriedade? e, em vez disso, incentiva ?abordagens criativas?. A peça de divulgação termina com um conselho bastante relativo: ?use o bom senso?.

?Em 20 de abril iremos transformar a revolução digital em algo a mais?, conclama o vídeo da campanha. ?Nós acreditamos que a conexão humana cruza o planeta, mas começa nas ruas?. Em seguida, ele exibe exemplos diversos de iniciativas, do desdobramento de bandeiras sobre prédios à criação de camisetas temáticas.


Para fazer com que a enorme repercussão de sua produção resulte em medidas efetivas, a ONG sugere três passos simples aos manifestantes: unir-se a um grupo de amigos, contatar os líderes da região ? políticos do Estado, por exemplo ? e servir sua comunidade, utilizando práticas elogiáveis como recolher o lixo para trazer mais pessoas à causa.

O site arrecadou assinaturas de quase 3,6 milhões de usuários de 204 países que declararam seu compromisso de tornar Kony "famoso". A ONG o denuncia por sequestrar crianças e transformá-las em guerrilheiras, fugindo em seguida. Angariou grande apoio e várias críticas de pessoas que a acusam de incentivar uma intervenção militar internacional e utilizar mal o dinheiro arrecadado.Resta saber se o sucesso digital chegará ao mundo real, como deseja a ONG, ou ficará restrito a alguns cliques.
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar