Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GRUPO ARRECADA DINHEIRO PARA CRIAR CARREGADOR DE CELULAR QUE TAMBÉM HIGIENIZA APARELHO

19/04/2012

Em mais um episódio de ?como ninguém teve essa ideia antes?, um grupo nos Estados Unidos decidiu criar o PhoneSoap, ou sabão de telefone, fez uma vaquinha virtual via crowdfunding e arrecadou dinheiro suficiente para levar o projeto adiante. O ?invento? será capaz, segundo seus criadores, de carregar a bateria de celulares ao mesmo tempo em que mata bactérias e outros seres maléficos que habitam o aparelho ? e sem usar sabão, apesar do nome. Ge-ni-al.

É tão genial que até parece mentira (afinal, elas estão cada vez mais comuns na internet). Mas seria muita cara de pau dos senhores Wesley LaPorte (inventor), Dan Barnes (marqueteiro), Jordan Monroe (descrito como o cara que vende geladeira para pinguim) e Brennan Crellin (designer industrial), integrantes do projeto PhoneSoap.

Eles já conseguiram que 561 pessoas doassem dinheiro pelo site KickStarter para a concretização do projeto, que arrecadou um total de US$ 29 mil. Detalhe: eles haviam pedido US$ 18 mil.

Na descrição do projeto, o grupo alerta que celulares têm mais bactérias que um assento de vaso sanitário (o UOL Tecnologia já fez um teste semelhante e comprovou que a tela de um smartphone tem o DOBRO de contaminação do que a sola de um sapato? assista ao vídeo a seguir).

Eles pretendem criar então um dispositivo que usa luz UV-C (tipo específico de raio ultravioleta), comumente utilizada para higienização em ambientes hospitalares, ela supostamente mataria as bactérias sem danificar o celular. Como donos de celulares têm o hábito de carregar quase todo dias os aparelhos, eles tiveram a ideia de acoplar o higienizador à caixa do carregador.

Quanto vai custar o gadget? O grupo estima que o preço fique por volta de US$ 40 (R$ 75). E o que fazer para limpar seu celular enquanto essa ?maravilha moderna? não chega ao mercado? Lencinho de papel com um pouquinho de álcool isopropílico (encontrado em farmácias). Um gasto por volta de R$ 15. Bem mais em conta, convenhamos.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar