Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

LUCROS DO YAHOO! SUPERAM ESTIMATIVAS, MAS FUTURO DA EMPRESA AINDA É INCERTO

18/04/2012

O Yahoo! anunciou um aumento em sua receita de 1%, em comparação ao mesmo período do ano passado.

A receita fechou em US$ 1,7 milhão no primeiro trimestre de 2012, ou 1% maior se comparada ao mesmo período de 2011. Mas as operações caíram 11% em relação ao primeiro trimestre de 2011.

O lucro gerado pelo conteúdo virtual cresceu 38% - cada ação rendeu US$ 0,23 dólares no primeiro trimestre de 2012, um valor que ficou acima dos US$ 0,17 do ano passado. O resultado líquido da empresa subiu para os US$ 286,3 milhões, comparado com os US$ 223 milhões projetados por analistas da imprensa especializada.

O declínio do Yahoo!

Mesmo com o pequeno crescimento, os gastos não podem ditar qual será o futuro da empresa, que nomeou Scott Thompson como novo CEO em setembro de 2011. Nos últimos anos, a empresa tem enfrentado uma série de turbulências que vão desde reformular o quadro de funcionários até cortar custos.

Em janeiro de 2012, o co-fundador do Yahoo!, Jerry Yang, deixou o seu cargo na direção do portal e se desligou da companhia. Ele também renunciou aos seus cargos no Yahoo Japan Corporation e no Alibaba Group, ambos vinculados ao Yahoo!

Diante disso, Thompson iniciou um processo de reestruturação que afetou áreas defasadas da organização, incluindo as de relações públicas, marketing, pesquisa e empresas com esforços regionais. Contudo, diversos acionistas duvidam da capacidade de Thompson para reerguer os negócios do portal, que cogitou aceitar propostas de venda no ano passado.

No final de março, em meio a uma disputa interna entre acionistas e o CEO Scott Thompson, o Yahoo! apontou três novos diretores independentes para o conselho de administração da empresa. Mas a nomeação dos novos diretores parece não ter tido o efeito desejado pelo comandante do portal. A Third Point divulgou um comunicado afirmando estar "desapontada" com o anúncio. "Os diretores mostraram novamente não estar preparados para agir de acordo com as melhores intenções da empresa", disse o executivo Daniel Loeb na mensagem.

O resultado veio na primeira semana do mês de abril, quando a companhia confirmou a demssão de 2 mil funcionários em todo o mundo, inclusive no Brasil. De acordo com Thompson, a ação foi tomada para tornar a empresa "menor, mais ágil, mais rentável e mais bem equipada para inovar mais rapidamente, da maneira que nossos clientes e nossa indústria precisam".

Com as demissões, o Yahoo! espera economizar US$375 milhões (cerca de R$675 milhões) por ano. "Infelizmente, para alcançar nossos objetivos, tomamos a difícil decisão de eliminar postos de trabalho. Nós valorizamos os nossos funcionários e sabemos o quanto todos eles contribuíram para o Yahoo", comenta Thompson.

 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar