Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CLARO ALEGA ERRO EM PREÇO DE SMARTPHONES EM LOJA VIRTUAL E CANCELA PEDIDOS DE CLIENTES

12/04/2012

A operadora de telefonia Claro manteve durante seis dias (entre a última quarta-feira, dia 4, e esta segunda-feira, dia 9)  em seu site anúncios de promoções que vendiam smartphones que custam cerca de R$ 2.000 a preços que variavam entre R$ 9 e R$ 20,50, desde que o usuário assinasse um plano de fidelidade. Várias pessoas aproveitaram a promoção e compraram smartphones. No entanto, seus pedidos foram cancelados sem qualquer notificação em função de um erro da área de vendas da operadora. A empresa alega que os preços anunciados não correspondiam à realidade.

Em nota, a Claro informou nesta quarta-feira (11) que suspendeu a loja online de smartphones e que houve um erro no sistema. ?A Claro informa que, por uma inconsistência sistêmica, o site da operadora gerou uma página com preços de aparelhos que não correspondem ao valor real. Desta forma, a Claro suspendeu as vendas da loja online por tempo indeterminado. De qualquer maneira, a operadora reafirma seu compromisso com os consumidores e garante que todas as vendas efetivamente aprovadas dentro das políticas atuais de crédito e habilitação serão honradas.?

?A empresa precisa prestar mais esclarecimentos ao consumidor?, disse Fatima Lemos, assessora técnica do Procon-SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor).

?Se houve um erro crasso da operadora, é possível que a empresa seja isenta da necessidade de cumprir a entrega. Ao mesmo tempo, pesa contra a operadora o fato de empresas de telefonia oferecerem promoções que praticamente dão o aparelho ao cliente ? o que pode obrigá-la a entregar os aparelhos comprados.?

O designer Michael Ferranti, do Mato Grosso do Sul, foi uma das vítimas do erro da Claro. Ele havia comprado dois smarthpones Samsung Galaxy X (que custa cerca de R$ 2.400) por R$ 20,50 (confira na imagem abaixo). ?Estava pesquisando na internet e achei essa promoção da empresa. Eles estavam vendendo smartphones a preços muito baratos para qualquer plano pós-pago, independente do pacote escolhido?, disse ele ao UOL Tecnologia. O smartphone Samsung Galaxy Note, que custa cerca de R$ 1.800, também constava na promoção e estava sendo vendido a R$ 9.

  • Reprodução

    Samsung Galaxy X era vendido no site da Claro por R$ 20,50 no plano Claro Controle R$ 35 da operadora. O desconto dado pelo site na compra é de R$ 2.377,50

Após a efetuação da compra, ele recebeu um número de pedido confirmando o processo. Porém, a página de venda de smartphones da companhia saiu do ar, impedindo que os compradores pudessem ver o status do pedido. Uma série de reclamações se espalhou pelas redes sociais sobre as promoções e em alguns casos até relatos de cancelamentos automáticos de pedidos. ?Liguei para a Claro e eles informaram que todos os pedidos foram cancelados por um erro de processo de pedido.?

Ferranti, então, criou um blog e, em menos de três dias, dezenas de clientes lesados passaram a publicar o número de pedido da compra na página dele como forma de protesto. Foi até criada a hashtag no Twitter ?#ObrigadoClaro? para ironizar o erro da companhia com a informação e a falta de atenção aos consumidores.

A Claro, em um ranking atual do Procon, é a operadora de telefonia que mais recebeu reclamações no órgão no 1º trimestre de 2012. A operadora apresentou 1.091 ocorrências durante o período, ficando na 4ª posição da lista.

Em 2011,  a Claro ficou na 17ª posição no ranking das empresas mais reclamadas do Procon-SP. De acordo com o órgão, a operadora ocupava a 5ª posição em 2010.
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar