Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

JAPÃO EM ESTADO DE ALERTA MÁXIMO POR FOGUETE NORTE-COREANO

12/04/2012

O primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, declarou nesta quinta-feira (horário local) que seu país estava em alerta máximo, pocos minutos antes do anunciado lançamento de um foguete pela Coreia do Norte.

"Esperamos que no último momento demonstrem moderação", disse Noda.

Japão e seus aliados, entre eles os Estados Unidos, solicitaram diversas vezes que a Coreia do Norte renunciasse ao que consideram o disparo de teste de um míssil balístico.

"Nós estamos preparados para qualquer eventualidade", disse aos jornalistas pouco antes das 07h00 locais (19h00 de Brasília de quarta-feira), hora de início da janela de lançamento do foguete norte-coreano.

A Coreia do Norte advertiu que lançará um foguete Unha-3 entre 12 e 16 de abril, entre as 7h00 e 12h00 locais (19h00 e 00h00 de Brasília), para colocar em órbita sincronizada com o Sol um satélite civil de observação da Terra.

O governo japonês instalou uma célula de crise frente à iminência do disparo. Um grupo de funcionários e especialistas se reuniram em um escritório especial dos serviços do primeiro-ministro para coletar e analisar as informações nos próximos dias.

O foguete será lançado da base de Tongchang-ri, no extremo noroeste da Coreia do Norte. Seu primeiro andar deve cair no mar Amarelo, a oeste da península coreana, e o segundo no leste das Filipinas, sobrevoando algumas das ilhas de Owinawa (sul do Japão).

Diante da possibilidade de o foguete ou seus restos caírem em seu território, o Japão se prepara, assim como a Coreia do Sul, para destruí-lo se for necessário.

No centro de Tóquio e seus arredores foram instalados mísseis terra-ar Patriot Advanced Capability-3 (PAC-3) para proteger a megalópole e seus 35 milhões de habitantes, o mesmo foi feito nas ilhas de Okinawa.

Além disso, três destroyers equipados com o sistema de combate Aegis e mísseis interceptores Standard Missile-3 (SM-3) foram enviados ao Mar da China Oriental.

O Japão tem relações tensas, ou inclusive hostis, com a vizinha Coreia do Norte.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar