Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CARRO-VOADOR ATRASA NOVAMENTE E SÓ DEVE CHEGAR AO MERCADO EM 2013

03/04/2012

Uma empresa de Massachusetts, nos Estados Unidos, ficou um passo mais próxima de iniciar a venda de um carro voador. A Terrafugia, companhia aeroespacial fundada por pilotos e engenheiros do Massachusetts Institute of Technology (MIT), tem trabalhado para tornar o Transition Street-Legal Airplane, como foi batizado o veículo, realidade.

Testes de um protótipo já foram realizados, afirma A companhia vem realizando testes há tempos. Nesta segunda-feira (2), anunciou que o Transation completou o seu primeiro voo no Aeroporto Internacional de Plattsburgh, em Nova York. No teste, o veículo chegou a uma altitude de 1,4 mil pés (426 metros) acima do solo e permaneceu oito minutos no ar. 

Carro_voador_Transition

Carro-avião em testes no aeroporto de Plattsburgh

"O primeiro voo bem-sucedido do protótipo marca uma mudança fundamental na produção inicial e na primeira entrega", afirmou Anna Dietrich Mracek, COO da Terrafugia, em comunicado. "A Terrafugia continuará seu programa de testes para preparar o veículo para a primeira entrega, que deverá ocorrer no próximo ano."

Na verdade, a Terrafugia vem prometendo a venda do Transition há anos. Em 2010, por exemplo, disse que ele chegaria ao mercado em 2011.

"Com este voo, a equipe demonstrou capacidade de realizar o que havia sido chamado de sonho impossível", assinalou o CEO da companhia, Carl Dietrich, em comunicado. "Estamos ansiosos para continuar a mostrar que os desafios de levar um avião para rua podem ser superados?, completou.

O veículo de dois lugares, que tem asas dobráveis e foi projetado para caber em uma garagem doméstica, se encaixa na categoria veículos leve e deverá decolar e pousar em aeroportos pequenos e poderá ser conduzido em qualquer estrada. O veículo, que roda com gasolina sem chumbo, tem autonomia para 720 quilômetros e pode voar a 185 quilômetros por hora.

O Transition agora tem uma previsão de preço base de 279 mil dólares - isso é bem acima dos 148 mil prometidos em 2010. A empresa informa que o condutor do veículo precisará de um certificado de piloto desportivo.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar