Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT INVESTE EM PROJETO OPEN SOURCE PARA ENFRENTAR GOOGLE MAPS

29/03/2012

Uma das áreas em que a Google está muito à frente da Microsoft é na de mapeamento ? o Google Maps é o serviço dominante da Internet. A gigante dos softwares, porém, está investindo no setor ao mesmo tempo que esconde o jogo. Como? Ajudando no desenvolvimento do projeto de código aberto OpenStreetMap.

O serviço funciona à semelhança da Wikipedia. A fundação responsável por sua construção depende dos voluntários para levá-lo adiante ? já são mais de 500 mil envolvidos. Os dados são liberados gratuitamente tanto para os usuários quanto para empresas.

Segundo reportagem recente do periódico New York Times, pequenos sinais de sucesso estão aparecendo. Uma série de companhias tem desistido do Google Maps por causa das altas taxas cobradas, substituindo-o pelo serviço open source. A rede social Foursquare, por exemplo, é uma das que migraram.

Nos bastidores, é a Microsoft que age. O fundador do projeto OpenStreetMap, Steve Coast, foi contratado pela companhia como principal arquiteto do Bing para dispositivos móveis. Em novembro de 2010, quando anunciou a novidade, a Microsoft disse que Coast ?melhoria a experiência com mapas para clientes e parceiros, e lideraria os esforços para unir o OpenStreetMap a outras iniciativas de código aberto.?

O executivo estaria trabalhando para tornar mais simples a tarefa de obter e usar informações do OpenStreetMap. De acordo com a mesma matéria do New York Times, a Microsoft já teria doado ?valiosos dados? para o serviço, que também é adotado pelo Bing.

Qualquer participação que o projeto tomar do Google Maps será bom para a Microsoft, considerando sua ligação com ele. Por enquanto, a companhia de Mountain View se mantém líder incontestável: em fevereiro, 71% dos 92 milhões de norte-americanos que visualizaram mapas utilizaram seu produto, afirma o instituto comScore.

 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar