Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PARA NIC.BR, SELEÇÃO DE EMPRESA PARA MEDIR INTERNET FOI DIRECIONADA

23/03/2012

 

Ao pedir a revisão da escolha da PriceWaterhouseCoopers como entidade aferidora da qualidade, o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR alega pelo menos três indícios de que o processo foi direcionado. Segundo o NIC.br, os critérios de seleção favoreceram a solução da empesa britânica SamKnows, parceira técnica da consultoria eleita.

?A consulta direcionou para uma solução de mercado, o que atendia a maneira como a SamKnow faz. Os requerimentos de isolamento de tráfego e da funcionalidades do equipamento também direcionaram para a SamKnows?, sustentou o diretor de desenvolvimento do NIC.br, Milton Kashiwakura.

O NIC.br, que perdeu a disputa para a PwC, alega que os termos da resolução da Anatel sobre os critérios de qualidade desqualificam exigências de isolamento e da funcionalidade de bridge, visto que a norma previa que a medição no Ponto de Troca de Tráfego.

Além disso, aponta que ao determinar que as medições feitas pelo software deverão ter armazenamento local (no computador do usuário), o critério eliminou o programa desenvolvido pelo NIC.br, o Simet, que até então era o recomendado pela agência ? tanto que ainda é possível acessá-lo pela página da Anatel.

O parecer técnico sobre o pedido de revisão será concluído na próxima semana, informa o superintendente de Serviços Privados da agência, Bruno Ramos. A partir daí segue para a Procuradoria Especializada da Anatel ? o que significa que só chegará ao Conselho Diretor em duas ou três semanas.


 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar