Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VMWARE TEM NOVA SEDE NO BRASIL E QUER INOVAR EM CLOUD

14/03/2012

Os resultados foram positivos em 2012 para a VMware, que contabilizou globalmente crescimento de 32%, totalizando faturamento de 3,77 bilhões de dólares. Nesse bolo, a América Latina tem fatia de 52%, com Brasil contribuindo com 8%.

Em solo nacional, a estratégia permanece forte em projetos de virtualização em variados setores da economia, em especial finanças, telecomunicações, governo e data center e  prepara-se para um futuro que já está acontecendo, voltado para a nuvem, segundo Celso Azanha, diretor-geral da VMware Brasil.

A nova sede da empresa inaugurada oficialmente hoje (13/03) será um dos impulsionadores de negócios. ?Um espaço para receber clientes, realizar reuniões, com instalações modernas que também promovam o bem estar dos funcionários?, relata Azanha. ?São mais de 11 mil funcionários no mundo e no Brasil somaremos 60 até o final do ano.?

O modelo comercial da VMware é apoiado no ecossistema de canais. ?No Brasil, temos 500 revendas?, aponta. E parceiros importantes como HP, SAP, Cisco, EMC, Dell, Intel e AMD. Por meio da rede de negócios, a empresa pretende expandir atuação. ?Queremos ampliar nossa presença em todo o País, criando capilaridade por meio da abertura de escritórios em Brasília e no Rio de Janeiro e representantes em outros estados?, diz.

A nova forma de trabalho, com modelos flexíveis de home office, atual geração de funcionários equipada com toda a sorte de recursos como smartphones e tablets e a forma como estão sendo entregues e consumidas as tecnologias transformaram o desenho do mundo e da TI, criando novas demandas na avaliação de Azanha. ?E estamos prontos para atendê-las?, diz o executivo, que revela ser o foco mais importante da empresa para este ano ?liderar implementação de novas aplicações, especialmente as voltadas para cloud. Tudo isso em conjunto com o integrador, que terá papel importante, no desenho e na definição de estratégias de cloud?.

Abrigando na carteira de clientes grandes companhias como Univen Petróleo, Bradesco, Banco Itaú, Santander e Vale, a VMware pretende seguir o exemplo da empresa lá fora, que tem parte significativa da receita originada no segmento de pequenas empresas (SMB). ?No Brasil, elas representam cerca de 20% da receita. Vamos reforçar nossa estratégia, além da versão gratuita de virtualização que oferecemos no site para esse segmento?, diz.

?Estamos prontos para apoiar organizações que já têm mais de 40 servidores virtualizados e agora ingressam em virtualização de aplicações e no mundo de cloud computing?, diz. ?As áreas de TI estão sendo pressionadas a promover negócios mais eficientes a custos menores. E vamos auxiliar nessa tarefa?, conclui o executivo, que destaca a necessidade atual de TI virar o jogo e voltar-se mais para inovação do que para manutenção de infraestrutura e controle de custos. ?Tudo isso é possível por meio da virtualização [uma ponte para cloud] rumo ao conceito de cloud computing?, finaliza.
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar