Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TSE DIVULGA LISTA DE PESQUISADORES QUE TESTARÃO SEGURANÇA DA URNA ELETRÔNICA

06/03/2012

A Comissão Disciplinadora da 2ª Edição dos Testes Públicos de Segurança do Sistema Eletrônico de Votação homologou os pedidos de inscrição de nove grupos para participar do evento, totalizando 24 investigadores inscritos. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os testes têm como intuito "dar ainda mais transparência ao processo eleitoral e demonstrar sua confiabilidade e segurança", e serão realizados de 20 a 22 de março, na sede da Corte Eleitoral, em Brasília.

Durante três dias, os investigadores inscritos terão a oportunidade de tentar realizar ataques à urna eletrônica e seus componentes internos e externos, visando explorar eventuais falhas do sistema relacionadas à violação da integridade e ao sigilo do voto. Antes do evento, os investigadores participarão de uma fase de preparação, de 6 a 8 de março, na qual poderão configurar os sistemas que serão utilizados em seus testes e elaborar suas propostas de ataques à urna.

Os resultados e as conclusões dos testes serão apresentados em audiência pública no dia 29 de março, às 10h, na sede do TSE. Os investigadores que efetivamente tiverem participado do evento receberão, do presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski, certificados de participação. As sugestões de melhorias encontradas poderão ser implementadas futuramente no sistema eletrônico de votação.

Perfil dos inscritos
Os investigadores inscritos estão divididos nove grupos, sendo três deles compostos apenas de um integrante. Veja abaixo:

Grupo 1 ? Do Distrito Federal, é formado por quatro componentes e não representa nenhuma instituição. É composto por: Diego de Freitas Aranha, doutor em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); Marcelo Monte Karam, graduado em Tecnologia em Segurança da Informação; André de Miranda, aluno de redes de computadores da União Educacional de Brasília (Uneb); e Felipe Brant Sacarel, bacharel em Ciência da Computação pela Universidade de Brasília (UnB).

Grupo 2 ? Também do DF, representando a Universidade de Brasília (UnB), com dois componentes: Lauro Cesar Araujo, mestre em Arquitetura da Informação pela UnB; e Sergio Freitas da Silva, pós-graduado em Ciência da Computação pela Escola Superior Aberta do Brasil (Esab) e vencedor da primeira edição dos testes de segurança, realizada em novembro de 2009.

Grupo 3 ? Outra equipe do Distrito Federal, é formada por três componentes e representa o Instituto Sapientia. Compõem o grupo: Marcelo Achar, especialista graduado em Ciência da Computação; Facundo Larrosa, graduado em Gestão da Tecnologia da Informação; e Pedro Ivo Pereira, bacharel em Ciência da Computação.

Grupo 4 ? De São Paulo, representando a Universidade de Taubaté (Unitau), é composto por cinco integrantes: Luís Fernando de Almeida, doutor em Metodologia e Técnicas da Computação pela Universidade Estadual Paulista (Unesp); Barbara Maximino da Fonseca Reis, graduada em Engenharia da Computação pela Unitau; João Cristiano Monteiro Silva, graduado em Engenharia da Computação pela Unitau; Luís Felipe Féres Santos, também graduado em engenharia da computação; e Rafael Kudaka de Oliveira, graduado em Sistemas da Informação pela Unitau.

Grupo 5 ? Do DF, representando a Diretoria Técnico-Científica do Departamento de Polícia Federal, é composto por Thiago de Sá Cavalcanti, graduado em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e perito da Polícia Federal.

Grupo 6 ? De Minas Gerais, é composto por três membros, que representam a Universidade Federal de Uberlândia: Marcelo Rodrigues de Sousa, doutor em Ciência, na área de Engenharia Elétrica e Computação, pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU); Kil Jin Brandini Park, que tem pós-doutorado na área de Conhecimento em Ciência da Computação pelo Centro de Tecnologia de Informação Renato Archer; e Otávio Augusto Araújo Silva, graduado em Ciência da Computação pela UFU.

Grupo 7 ? De Santa Catarina, representa a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadora (Certi). É composto por Ricardo Antonio Pralon Santos, mestre em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Grupo 8 ? Do Rio de Janeiro, é formado por Suzana Brandt Dias, graduada em Processamento de Dados pela Universidade Estácio de Sá e encarregada da Divisão de Operações de Guerra Cibernética do Centro de Tecnologia da Informação da Marinha. Representa a Marinha do Brasil.

Grupo 9 ? Do Ceará, representando a Universidade do Ceará (UECE), é formado por: André Luiz Moura dos Santos , doutor em Ciência da computação pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos; Marcio André Souto Correia, mestrando em Computação Aplicada pela UECE; Luiz Gonzaga Mota Barbosa, graduando em Ciência da Computação pela UECE; e Saulo Rangel Ferreira Hachem, também graduando em Ciência da Computação pela UECE.
 
 
 
 
Fonte: IDgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar