Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VANCOUVER, EM WASHINGTON, TROCA BLACKBERRY POR IPAD

05/03/2012

 

Os vereadores da cidade de Vancouver, no Estado de Washington (EUA) vão deixar de imprimir mais de 70 mil páginas de documentos por ano. Desde janeiro, os membros da Câmara Municipal da cidade estão equipados com iPads, da Apple, como parte do projeto de "Câmara sem papel". Os tablets estão substuindo os smartphones Blackberry e também blocos de anotação e material impresso para as reuniões diárias e votações. Segundo informações divulgadas pelo blog AppleInsider, depois de dois meses já houve redução de 40% no volume de papel impresso gerado.

A Câmara de Vancouver vai terminar a transição para o papel até o final do trimestre, embora ainda vá oferecer material impresso para os cidadãos que comparecerem a assembléias e reuniões públicas de conselho. Um ex-executivo da área de tecnologia, Jack Burkman, que é membro da Câmara foi quem liderou a mudança para o iPad. Além de carregar documentos convertidos para arquivos PDF evitando imprimi-los, os membros da Câmara também estão ganhando produtividade ao responder e-mails, trocar documentos entre si durante as reuniões e utilizar os tablets para trabalho colaborativo, abandonando o uso dos antigos Blackberry.

Segundo Josh Ong, autor do blog, "a substituição dos Blackberry da Research in Motion por iPad está gerando economia para a cidade. Ao invés de pagar 71 dólares por mês pelo plano de acesso ao BlackBerry, cada vereador vai pagar 43 dólares por mês por acesso ilimitado a dados pelo iPad. A conta é de uma economia anual de 336 dólares por ano para cada iPad que substiui um BlackBerry".

A conta fica ainda mais interessante se acrescentar os custos com material impresso, que representam 200 dólares por reunião da Câmara. Com os tablets, os membros da Câmara agora enviam e recebem centenas de documentos eletrônicos por semana e os planos do governo municipal são de estender o acesso remoto ao material da prefeitura também para os cidadãos, de forma que de suas casas e empresas possam acompanhar assembléias em tempo real ou por demanda e saber o que os seus representantes estão discutindo, votando e assinando via notebooks, tablets ou smartphones. A prefeitura de Vancouver gastou 17 mil dólares  com a compra de quase 30 iPads, investimento que espera recuperar em dois anos com a economia gerada pelo uso dos tablets. Para saber mais, visite o site da cidade.
 
 
 
Fonte: MacWorldBrasil

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar