Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

´ANGRY BIRDS´ VOAM EM DIREÇÃO AO FACEBOOK, À ÁSIA E AO ESPAÇO

01/03/2012

A empresa finlandesa de video-games Rovio espera impulsionar seu crescimento nos próximos meses, expandindo para a Ásia, para o Facebook e com o lançamento do novo jogo "Angry Birds Spaces", disse seu vice-presidente de marketing à Reuters em uma entrevista.

O jogo "Angry Birds", em que o jogador usa um estilingue para atacar porcos que tentam roubar ovos dos pássaros citados no título, foi baixado mais de 700 milhões de vezes desde seu lançamento em 2009 e transformou a pequena empresa finlandesa Rovio em um negócio avaliado em até US$ 9 bilhões.

Reprodução
´Jogo
Jogo "Angry Birds", disponível também para Facebook

O vice-presidente de marketing, Peter Vesterbacka, disse à Reuters que a empresa pretende lançar cinco novos jogos "Angry Birds" neste ano, começando com o "Angry Birds Spaces", em março, após ter introduzido apenas um novo jogo em 2011.

"Angry Birds Spaces" se passa no espaço sideral, e a empresa fez uso de vídeos da aterrisagem da Nasa na Lua em um trailer lançado no YouTube.

"É nosso primeiro lançamento de jogo em um ano e o maior lançamento de jogo em toda a história da empresa. Temos altas expectativas para ele", disse.

Vesterbacka disse que a empresa deve abrir suas primeiras lojas de varejo com tema baseado no jogo na China em alguns meses.

"Nós estamos prestes a dar início a nosso negócio varejista lá, e esperamos chegar a cem lojas rapidamente. E acredito que há um grande potencial de aumentar esse número ainda mais. Nós vemos grande potencial em toda a Ásia", disse.

Vesterbacka disse que a empresa estava bastante contente com o progresso até agora no Facebook, rede em que estreou o jogo neste mês.

"Não somos o maior jogo no Facebook, mas somos o que cresce mais rapidamente. Nós já estamos lucrando bastante no Facebook", disse. "É claro, queremos ter dezenas de milhões de pessoas no Facebook jogando nosso jogo".

Executivos da Rovio disseram que a empresa buscaria uma oferta pública inicial (IPO) em Nova York ou em Hong Kong, mas que não têm pressa para abrir seu capital.

"Nós somos lucrativos, podemos financiar nosso próprio crescimento", disse Vesterbacka.
 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar