Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TELEFONE CELULAR DESAPARECERÁ EM CINCO ANOS

09/02/2012 01:00:00

Ao participar do Campus Party, evento que acontece na capital paulista, o professor de Tecnologia Educaiconal na Universidade de Newcastle, no Reino Unido, o especialista indiano, Sugata Mitra, fez uma projeção prá lá de polêmica: Para ele, o telefone celular como conhecemos hoje irá desaparecer num espaço de cino anos.

Nessa previsão, Sugata Mitra fez um alerta as operadoras de telecom: Revejam seus modelos. "O celular terá o mesmo destino de outros dispositivos como a vitrola, como o MP3 e outros que com a evolução deixaram de ter importância. O computador virou celular. a TV está virando celular. E o celular vai ser substituído também. Me levem a sério", sustentou Sugata Mitra, em coletiva de imprensa no Campus Party.

E a proposta dele é ainda mais provocativa. "O cérebro humano, com ou uso de chips implantados, terá condições de embarcar toda a tecnologia hoje existente no celular", acrescentou. Para dar credibilidade a sua tese, o especialista lembra que, há 20 anos, ninguém podia imaginar a existência de um telefone celular. "Por tanto, as operadoras não devem se perguntar o que devem fazer, mas o consumidor sim, deve pensar quando tiver chips implantados na sua cabeça", frisou.

Na área de educação, Mitra foi ainda mais radical. Para ele, o atual modelo de cobrança de conhecimento, com o uso de provas de memorização está também fadado a morrer. "É preciso mudar o conceito de educação. Um tablet na mão de um aluno, não significa que ele vá aprender matemática tradicional, mas ele pode descobrir outros conhecimentos que podem ser mais sensíveis para a sua vida", disse.

O especialista não poupou critícas ao modelo atual da educação. Segundo ele, criado há 300 anos, e que requer uma evolução o quanto antes. "Até bem pouco tempo, a memorização era indispensável. Era o único meio de reter conhecimento. Hoje temos o pen drive. Decorar não é mais a saída. Temos que rever todo esse modelo", completou.

 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar