Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE AGORA É TERCEIRA MAIOR FABRICANTE DE CELULARES DO MUNDO

03/02/2012 01:00:00

A Apple se tornou a terceira maior vendedora de celulares no mundo, com o iPhone representando 8,7% de todas as vendas globais de aparelhos no último trimestre de 2011, de acordo com dados do IDC. 

A companhia de Cupertino ficou atrás da Nokia, que encabeça a lista, e da Samsung, que possuem parcelas de mercado de 26,6% e 22,8%, respectivamente, ficando à frente da LG e da ZTE, cujas vendas representam 4.1% e 4%, respectivamente. O ranking inclui tanto smartphones quanto celulares, e a Apple nunca conseguiu um resultado tão notável na lista de fabricantes de celulares no mundo, elaborada pelo IDC

?O lançamento do iPhone 4S, que está disponível em mais de 90 países, foi a principal razão para a companhia ultrapassar a LG e a ZTE no último trimestre de 2011. Em países como EUA e Japão, as vendas foram particularmente fortes, dados os dias do período e a distribuição das operadoras? afirmou o relatório do IDC. 

A parcela de mercado da Apple teve um crescimento impressionante de 128% em uma base anual, conforme destacou a pesquisa, enquanto que a Nokia caiu 8,2%. O crescimento da Samsung foi de 20,9% e a ZTE alcançou 8,9%. A LG, por sua vez,  despencou, apresentando um índice negativo de 42,2% (veja na tabela abaixo). 

 

tabelacrescimentoapple01.png

 Clique para expandir

Durante todo o ano passado, a Apple  vendeu 93,2 milhões de iPhones, resultando em cerca de 6% da parcela de mercado de celulares, acima do índice de 2010, com 47,5 milhões de unidades e 3,4% de presença. 

Apesar do forte desempenho, o crescimento de mercado total da companhia foi o menor em dois anos, apontou o IDC. ?A apresentação de produtos de grande crescimento como o iPhone 4S, lançado no fim do ano, alavancaram o desempenho do iPhone. Mesmo assim, a média de crescimento obteve seu menor índice desde o terceiro trimestre de 2009, quando a recessão da economia mundial estava no topo?, explicou Kevin Restivo, analista de pesquisa sênior do IDC. 

A performance ruim neste setor foi percebida principalmente na Europa, apontou a o relatório. ?O mercado do europeu de celulares foi impactado pela baixa demanda,  como resultado da crise econômica. O crescimento dos smartphones não foi suficiente para frear a queda no mercado de celulares, mesmo diante de ótimos resultados da Apple e da Samsung. A Nokia passou por outro trimestre problemático, como resultado de sua transição para aparelhos com Windows Phone. As vendas de dispositivos foram extremamente baixas, principalmente por causa da falta de aparelhos de boa qualidade?, concluiu.
 
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar